Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

08/01/2009 - Diário do Pará Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpista é presa em Igarapé-Açu


IGARAPÉ-AÇÚ (PA) - Uma mulher acusada de praticar, há pelo menos quatro anos, golpes contra idosos no município de Igarapé- Açu, nordeste do Pará, foi presa ontem, por policiais civis e militares. Marta Regina Oliveira da Silva, 39 anos, ex-conselheira tutelar, passava-se por representante de instituições financeiras que atuam com empréstimos a aposentados para enganar as vítimas, na maioria, idosos.

Ela se apropriava de documentos pessoais e cartões bancários, para sacar dinheiro da aposentadoria das vítimas. A prisão foi realizada pela equipe policial formada pelo delegado Ronaldo Lopes e investigador Pontes, e pela guarnição comandada pelo sargento Granado. Os crimes praticados pela acusada vinham sendo investigados pela Polícia Civil. De acordo com o delegado, na tarde da terça-feira, 6, o caso de uma vítima chegou ao conhecimento do policial. Usando um cartão bancário em nome de um idoso, 74, Marta efetuou ilegalmente 12 empréstimos em uma agência. A vítima recebeu na conta bancária, no último mês, apenas R$ 0,75 da aposentadoria.

O delegado efetuou as investigações e conseguiu chegar ao paradeiro da acusada. A mulher foi presa na casa em que reside, no bairro Samaumeira, centro da cidade. No local, os policiais apreenderam quatro caixas com diversos documentos pessoais, como cartões de crédito e bancários; certidões de nascimento, de casamento e de óbito; identidades; escrituras de imóveis em nome de idosos; Carteiras de Trabalho, entre outros. Depois da prisão, pelo menos, quinze vítimas compareceram à unidade policial para denunciá-la. Um dos casos apresentados ao delegado foi o do aposentado Ezídio Piedade Carrera, que faleceu há quinze dias.

O cartão bancário, a certidão de óbito e documentos em nome da esposa e do filho dele foram encontrados na casa da acusada. Conforme as apurações, a mulher costumava se apresentar aos idosos como representante de empresas financeiras, às quais oferecia consignação de empréstimos financeiros. Para tanto, solicitava às vítimas documentos pessoais, dos quais se apropriava ilegalmente. Depois, convencia as vítimas a assinar uma procuração em que ela era autorizada a utilizar os documentos para abertura de contas bancárias.

Dessa forma, obtinha cartões junto aos bancos e passava a efetuar empréstimos em dinheiro em nome das vítimas, que acabavam financeiramente prejudicadas. Conforme o delegado, Marta vai responder pelos crimes de estelionato, com base no Código Penal Brasileiro, bem como, nos artigos 102 e 104, do Estatuto do Idoso, por apropriar-se indevidamente de proventos e reter cartão magnético da conta de idoso. A mulher foi transferida para o Centro de Recuperação Feminino (CRF), no bairro do Coqueiro, em Ananindeua.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 330 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal