Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

22/12/2008 - O Tempo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Fique atento antes de arrematar um imóvel

Por: Alessandra Mizher

Ter uma assistência jurídica é fundamental para não transformar o sonho da casa própria em um pesadelo de meandros judiciais.

Dou-lhe uma, dou-lhe duas, dou-lhe três. Quem procura uma boa opção imobiliária para investir ou mesmo morar sabe que, além das formas tradicionais de aquisição, é possível comprar imóveis, muitas vezes por preço abaixo do mercado, em arrematates públicos. Instituições financeiras que concedem crédito imobiliário colocam à disposição imóveis retomados de mutuários inadimplentes.

Dentre as opções, no leilão, o interessado deve oferecer o lance na data e local informados no edital e o resultado sai na hora. Já na modalidade de concorrência pública, a proposta é feita em um envelope e entregue no local e prazo, determinados em edital, junto com o comprovante do depósito caução. O resultado sai com a abertura das propostas e leva o imóvel quem oferecer maior valor. Existe também a venda direta, quando o cliente procura um corretor e se informa sobre a opção oferecida.

Oportunidades

Entretanto, segundo especialistas do setor, é preciso muito cuidado para que a compra do imóvel não se torne um problema. O primeiro passo é o conhecimento. Para entender o mecanismo do mercado, o ideal é que a pessoa freqüente leilões ou concorrências públicas e fique atento às oportunidades. "Como muitas vezes, alguns imóveis são vendidos com até 40% abaixo do preço de mercado, vale a pena verificar com cuidado se irá valer a pena a compra deste imóvel", explica Kênio de Souza Pereira, advogado especialista em direito imobiliário.

Além das concorrências públicas e leilões feitos por instituições financeiras, os interessados também podem arrematar um imóvel por meio do leilão judicial. "Neste caso, muitos cuidados devem ser tomados, pois é comum a anulação do mesmo após o comprador estar, inclusive, na posse do bem. Para evitar transtornos, verifique se a execução do bem leiloado é definitiva. Analise, também, se o imóvel não é único bem de família. Neste caso, o imóvel é impenhorável. E evite arrematar um imóvel que já havia sido arrematado em outro leilão", revela Pereira.

Armadilhas

Para muitos investidores, o leilão virtual pode ser sinônimo de facilidade e comodidade. Entretanto, os cuidados devem ser redobrados. Além das verificações semelhantes aos leilões reais, o comprador deve constatar as regras e tomar cuidado com as fraudes comuns no mundo virtual. Tire todas as dúvidas com a equipe do leiloeiro e anote o número do lote referente ao bem. "O ideal para quem pretende investir nesse negócio é buscar assistência jurídica. Um pequeno detalhe pode significar anos de demanda judicial e até perda do bem adquirido", completa Pereira.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 168 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal