Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

19/12/2008 - Diário do Nordeste Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpe de R$ 6 milhões é investigado pela Polícia

Duplicatas forjadas teriam sido emitidas contra várias firmas por uma terceirizada do ramo de correspondências.

A Polícia Civil, através da Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF), instaurou inquérito para apurar um golpe que pode chegar à cifra de R$ 6 milhões. Uma firma que atuava como terceirizada no serviço de entrega de documentos, cartões de crédito e correspondências em geral, é acusada de ter lesado diversas empresas locais, para as quais prestava serviços.

Um dos modos do golpe era a transferência ilegal de dinheiro através da emissão de duplicatas simuladas. Uma só empresa já calculou seus prejuízos em mais de R$ 2 milhões. Os acusados do golpe estão desaparecidos e a Polícia deverá pedir à Justiça a decretação de suas prisões preventivas.

Ontem, os advogados Raul Amaral e Gustavo Ribeiro, representes jurídicos da ´Redesplan´, uma administradora de cartões de crédito, compareceram à DDF e relataram ao titular daquela Especializada, delegado Jaime Paula Pessoa Linhares, como a empresa foi lesada pelos donos da firma ´Rede Expressa´.

Duplicatas

As investigações iniciais da Polícia Civil apontam que o golpe contra a ´Redesplan´ teria sido praticado por um funcionário da própria empresa, identificado como Walter Martins (gerente operacional), em cumplicidade com Tufi Assef Farias, sócio da ´Rede Expressa´.

Em depoimento já prestado naquela Especializada, Walter Martins acabou confessando sua participação no golpe. Segundo ele, há dois anos foi procurado por Tufi e acabou se envolvendo no crime, ao assinar duplicatas forjadas contra a própria ´Redesplan´, da qual era gerente operacional há cerca de cinco anos.

“O Walter não tinha qualquer relação com o departamento financeiro da empresa (Redesplan) e, portanto, não poderia assinar tais documentos”, explicou na Polícia o advogado Raul Amaral.

Também em seu depoimento, Walter disse que sua própria assinatura passou a ser falsificada. “Os dois desapareceram após a descoberta do golpe e estamos pedindo suas prisões preventivas”, confirmou o delegado Jaime Linhares.

As investigações policiais estão apenas no começo, pois as autoridades já foram informadas de que outras empresas de grande porte em Fortaleza, que contrataram a ´Rede Expressa´ para servi-las na terceirização de entregas e correspondências também foram lesadas da mesma forma. Com base neste levantamento inicial, a Polícia acredita que a fraude pode alcançar a cifra de R$ 6 milhões ou até ultrapassá-la.

As firmas lesadas já estão tomando providências legais diante da situação.

“A Redesplan fará, em breve, um pronunciamento ao público, tão logo avancem as investigações policiais”, disse o advogado Raul Amaral em entrevista ao Diário do Nordeste, na manhã de ontem, enquanto entregava documentos ao delegado Jaime Linhares.

“Todos os dias temos recebido aqui notícias de golpes praticados pela ´Rede Expressa´. São bancos, factorings e empresas de outros ramos. O golpe não foi só no Ceará, alcança outros Estados. Já recebemos outras quatro representações (denúncias-crime).”

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 365 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal