Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

18/12/2008 - W News Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Veja os 12 principais golpes online da época do Natal


No fim de ano, em busca de presentes, muitos usuários recorrem à internet para fazer compras. Não à toa, a época é uma das preferidas dos cibercriminosos. Eles aproveitam que os consumidores têm dinheiro para gastar e preparam uma série de golpes online para capturar dados pessoais das pessoas mais desatentas ou desprevenidas.

A empresa de segurança McAfee elencou as 12 principais armadilhas do período. Confira a lista:

1 – Mensagens fraudulentas que pedem doações

Muitas entidades filantrópicas costumam encorajar as pessoas a pensarem no próximo, especialmente neste período de festas, enviando e-mails que solicitam doações.

Infelizmente, os hackers também sabem disso e aproveitam para enviar phishings filantrópicos por e-mail, com mensagens falsas que parecem ser de instituições reconhecidas, como Cruz Vermelha e Exército da Salvação, confundindo e levando os internautas a sites programados para roubá-los.

2 – Fraudes bancárias por email

Além de levar mais de 95% das pessoas a economizar nos presentes de Natal, o cenário econômico atual gera oportunidades para que os hackers visem lucrar com o saldo das contas bancárias dos consumidores, enganando-os com o golpe do phishing. As instituições financeiras são o principal alvo desse tipo de fraude.

Para esclarecer dúvidas sobre a conta bancária, é importante tomar as precauções de ligar para o banco e nunca fornecer detalhes da conta em resposta a uma solicitação por e-mail. Fraudes eletrônicas como essa têm como objetivo roubar dinheiro de correntistas, e o clima de festividade tende a fazer com que as pessoas tornem-se mais vulneráveis a esses golpes.

3 – Cartões virtuais temáticos

A maioria das pessoas não considera perigosos os cartões virtuais. No entanto, eles podem carregar várias ameaças virtuais. Para identificar se são falsos, basta observar se há erros de digitação, remetentes desconhecidos e URLs incomuns. Também não se deve abrir links vindos de uma fonte não identificada.

4 – Cobranças falsas

Nessa época do ano, amigos e familiares costumam comprar e enviar presentes pela Web, e os criminosos gananciosos aproveitam o momento para tentar, clandestinamente, levar os consumidores a expor seus dados financeiros e informações confidenciais por meio de cobranças fraudulentas.

5 – “Você fez um novo amigo!”

Assim como a comemoração nos feriados une pessoas e reacende velhas amizades, muitas pessoas ficam felizes ao receber a mensagem “Você fez um novo amigo!” de sites de relacionamento populares. Ledo engano, já que, em alguns casos, após clicar nessa mensagem, as pessoas baixam um software prejudicial que não é possível detectar, além, é claro, de não terem encontrado um novo amigo. Evidentemente, esse programa tem a finalidade de roubar informações pessoais e bancárias.

6 – Termos de busca relacionados a feriados

Quem pesquisar por “papai noel” em sites de busca, por exemplo, e clicar em “download grátis de papai noel” nos resultados da pesquisa poderá encontrar, além de protetores de tela, jogos e imagens, diversos adwares, spywares ou outros downloads potencialmente indesejados.

7 – Crimes virtuais em cibercafés

Enquanto as pessoas acessam tranqüilamente a Internet em cibercafés, não percebem o risco de navegar em redes não seguras. Invasores acessam uma conexão sem fio desprotegida, usando um programa conhecido como “packet sniffer”, ou "farejador de pacotes" em português, para saber quais sites os usuários estão visitando, as senhas utilizadas e até as contas bancárias acessadas.

Quando alguém, inadvertidamente, se conecta à rede do invasor, o golpista pode assistir a praticamente tudo o que se faz na Internet enquanto a conexão está ativa, e pode redirecionar o tráfego, levando o usuário inocente a lugares obscuros da internet.

8 – Ladrões de senha

Os hackers estão em busca de senhas de banco e de sites de comércio eletrônico e de jogos online, utilizando-se de programas de mensagens instantâneas e de sites de relacionamento. Do mesmo modo que os consumidores podem ter seus computadores infectados por um malware distribuído de maneira oculta em um spam, é possível baixar, sem perceber, um programa ladrão de senhas. A mesma senha usada várias vezes basta para que o cibercriminoso a roube e tenha acesso a todas as contas do usuário.

9 – Fraude em sites de leilão

Estima-se que cerca de 40% dos consumidores norte-americanos visitarão sites de leilão à procura de presentes neste final de ano. É preciso estar ciente de que golpistas se aproveitarão do aumento de demanda do final de ano para fazerem novas vítimas. A fim de evitar que isso aconteça, deve-se ler as políticas de privacidade e segurança de sites como o eBay, para aprender a proteger a conta bancária e a comprar de modo seguro.

10 – Spams e anexos de email festivos

Os hackers sabem que e-mails com assuntos inspirados nos feriados de final de ano são intrigantes para a maioria dos consumidores. A pesquisa de opinião sobre os feriados realizada pela McAfee revelou que 49% dos consumidores abriram ou abririam um e-mail com um anexo associado a tais comemorações.

Alguns exemplos de linhas de assuntos usados pelos cibercriminosos para seduzir consumidores a abrirem um email que parece amistoso são “Feliz 2009 para você”, “Feliz 2009” e “Feliz Ano Novo”. É prudente desconfiar de títulos como esses.

11 – Roubo de identidade online

As lojas online oferecem boas opções de presentes e preços, além de conveniência. Mas uma pesquisa de opinião da McAfee identificou que cerca de 90% dos consumidores têm algum grau de preocupação no que se refere a compras pela Web. Incertos sobre onde comprar, confiam em conhecidos para determinar a segurança de um site, embora os amigos possam opinar somente sobre a experiência que tiveram. Alguns sites também têm problemas de privacidade que não são prontamente identificáveis. A pesquisa mostra ainda que cerca de 80% dos sites apresentam vulnerabilidades. Sites que armazenam informações pessoais dos clientes também podem estar vulneráveis a crimes de roubo de identidade.

12 – Furto de laptops

Segundo um relatório do FBI chamado “State of the Net”, publicado em 2007, a probabilidade de se ter um laptop furtado é de 1 em 10 e, de acordo com a consultoria Gartner, 97% deles nunca são recuperados.

Manter-se vigilante e nunca deixar o laptop à vista no carro ou em qualquer local onde não possa ser observado é a atitude certa sempre, inclusive nas festas de final de ano.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 214 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal