Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

10/10/2006 - administradores.com.br Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Internet: fraudadores online fazem parte de grupos especializados


De acordo com o Centro de Combate a Fraudes da RSA Security, que identificou quem são e como agem os grupos de ladrões do internet banking, os criminosos virtuais são membros de vários grupos especializados, que trocam informações entre si e integram um completo ecossistema.

Comércio de informações
Além disso, existem ambientes especialmente criados na internet para negociação de senhas, cartões etc, que funcionam como um verdadeiro comércio. "Quando um site de fraudadores é descoberto, outro é imediatamente criado, há uma migração sazonal", diz o arquiteto-chefe da RSA Security, Louie Gasparini.

Ainda segundo Gasparini, os fraudadores seguem os princípios dos quatro Ps: preços (variam de acordo com o produto vendido e com o mercado), praça (negociações são feitas por meio da rede e podem ser realizadas em fóruns, salas de bate-papo etc), produto (ferramentas, senhas, cartões e códigos roubados) e promoção (qualquer um pode construir sua página e fazer sua propaganda na rede).

Grupos em ação no mundo
Conforme divulgado pelo levantamento, existem atualmente três grupos de fraudadores em ação: The Tool Builders (Os construtores da ferramenta), The Data Collectors (Os coletores de dados) e The Money Grabbers (Os ladrões do dinheiro).

Enquanto os construtores da ferramenta criam a infra-estrutura de comunicação entre os fraudadores, vendem kits de phishing e seqüestram computadores, os coletores de dados recolhem senhas, números de cartões de crédito e de seguro social para vender, e não para roubar dinheiro.

Por fim, os ladrões do dinheiro, como diz o próprio nome, agem voltados ao roubo de dinheiro: compram credenciais roubadas para executar transferência de dinheiro para contas de terceiros. Normalmente, estes fraudadores precisam estar mais próximos dos bancos dos quais farão o desvio de dinheiro do que os outros dois grupos de criminosos.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 384 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal