Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

04/12/2008 - Imirante.com Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

ITZ: perito do Banco Central descarta derrame de notas falsas


IMPERATRIZ - “Não há derrame de notas falas em Imperatriz. Existe apenas uma incidência de falsificações”, afirmou o perito do Banco Central (Bacen), Francisco Iatogam Sampaio, que está na cidade para ministrar um curso para ensinar empresários, lojistas e outros segmentos (convidados) da população a identificar os itens de segurança das notas de real. A produção e distribuição de notas de real falsas constituem crime com pena prevista de um a três anos de reclusão dos envolvidos diretamente na atividade ilícita.

O Banco Central estará promovendo até hoje o curso denominado de “Aprenda a conhecer o seu dinheiro”. O evento está sendo ministrado no auditório do Centro de Convenções de Imperatriz.

Para facilitar o repasse de informações, a coordenação distribuiu o pessoal participante em quatro turmas e cada uma tem em torno de duas horas de curso.

A primeira se reuniu terça-feira última das 18h30 às 20h30; a segunda e terceira turmas tiveram aula ontem das 8h30 às 12h e 18h30 às 22h e o encerramento será hoje com turma das 8h às 12h. Nesse curso, os participantes vão ser informados de forma detalhada sobre os itens de segurança existentes nas notas de R$ 1,00; R$2,00; R$10,00; R$20,00; R$50,00 e R$100,00.

“Cada nota contém itens de segurança no caso da nota de R$1,00; de R$5,00, de R$10,00; R$50,00 e de R$100,00. Cada uma tem uma parte holográfica que permite a identificação”, revelou o perito, acrescentando que o curso reflete uma preocupação da instituição financeira em dificultar a ação de falsificadores.

Francisco Sampaio alertou que, entre todas as notas, a mais visada pelos falsificadores é a de R$50,00 por ser um valor intermediário muito utilizado pelo comércio.

O perito chamou atenção também para os principais cuidados a serem adotados pelos lojistas. O mais importante é a observação atenta sobre o holograma existente nas notas. Caso haja desconfiança sobre a procedência, essa nota deverá ser entregue ao Banco do Brasil, que, por sua vez, a encaminhará ao Banco Central para a perícia. Se comprovada a falsificação, a nota será incinerada.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 235 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal