Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

02/12/2008 - Bem Paraná Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Presa quadrilha de Curitiba que deu prejuízo de R$ 8 milhões à Previdência

Grupo contava até com a participação de médicos.

A Polícia Federal, Ministério da Previdência Social e Ministério Público Federal, desarticularam hoje pela manhã (02) uma quadrilha que fraudava benefícios de Auxilio Doença Previdenciário em Curitiba. O prejuízo dessa quadrlha aos cofres da Previdência foi de, no mínimo, cerca de R$ 8 milhões.

Na operação denominada Distmia, foram expedidos 8 mandados de busca e apreensão e 5 mandados de prisão temporária, todos já cumpridos em Curitiba. Os envolvidosresponderão pelo crime de estelionato e formação de quadrilha.

O grupo era formado por intermediários de benefícios e vinha agindo desde 2004. Calcula-se que cerca de 4 mil pessoas se beneficiaram do golpe. Segundo a PF, a quadrilha contava também com a participação de médicos particulares para fornecer Atestado Médico declarando patologias inexistentes.

Para fraudar a Previdência Social, além dos atestados falsos, os intermediários instruiriam os segurados sobre o modo de agir e como se comportar durante os Exames Médicos Periciais, simulando enfermidades inexistentes, induzindo a erro os Médicos Peritos Previdenciários, ao concederem o Auxílio Doença sem que estes apresentassem incapacidade para o exercício de suas atividades laborais cotidianas.

Para benefício de Auxílio Doença e, considerando que o segurado já havia recebido as devidas instruções, os membros da quadrilha não acompanhavam seus clientes até as Agências da Previdência Social, a fim de não levantarem suspeitas.

De acordo com a PF, a fraude contra a União pode atingir valores ainda maiores. A totalidade do prejuízo causado aos cofres da Previdência Social somente será conhecida após as análises dos materiais arrecadados com autorização da Justiça Federal da Capital.

A lucratividade do negócio fraudulento teria levado os responsáveis pela quadrilha a abrirem filiais dos escritórios de intermediação, para melhor atender sua clientela e estes poderem realizar as Perícias Médicas em qualquer uma das quatro Agências da Previdência Social de Curitiba/PR.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 213 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal