Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

02/12/2008 - Jornale Curitiba Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Presa quadrilha que deixou prejuízo de mais de R$ 1 milhão ao Paraná Banco

Por: Débora Iankilevich

Filho do prefeito de Itaperuçu é um dos presos.

Policiais do Núcleo de Repressão a Crimes Econômicos (Nurce) prenderam nesta terça-feira (2) uma quadrilha acusada de falsificar documentos para conceder empréstimos pelo Paraná Banco que seriam exclusivos para funcionários da Prefeitura de Itaperuçu. De manhã, cerca de 100 policiais civis começaram uma operação em Itaperuçu e região, para cumprir 88 mandados de prisão e de busca e apreensão.

A polícia estima que a quadrilha tenha gerado um prejuízo de aproximadamente R$ 1 milhão em apenas quatro meses. “Mais uma vez a polícia do Paraná realiza um trabalho extremamente profissional, com uso das mais modernas técnicas de inteligência policial. O combate ao crime organizado é uma das políticas mais fortes da Secretaria de Segurança desse governo”, disse o secretário da Segurança Pública, Luiz Fernando Delazari.

A polícia paranaense começou a investigar o caso há um mês, quando foi procurada pelo Paraná Banco, que identificou uma possível fraude nos empréstimos concedidos aos funcionários municipais de Itaperuçu. Recentemente, o banco havia firmado convênio com a prefeitura da cidade, através da empresa Century Investimentos Ltda, para conceder empréstimos consignados (descontados em folha de pagamento) para os funcionários municipais.

Para conseguir o empréstimo, era necessária uma autorização do setor de recursos humanos (RH) da prefeitura e uma cópia do contracheque para provar o vínculo empregatício. De acordo com o delegado Robson Barreto, a fraude foi cometida por funcionários da prefeitura, que falsificaram contracheques e autorizações em nomes fictícios para solicitar empréstimos no Paraná Banco.

“Desta maneira, com a suposta regularidade dos documentos expedidos pelo setor, o empréstimo era concedido e o banco não conseguia o reembolso, pois se tratava de funcionários inexistentes”, explica o delegado.

Segundo a polícia, a maioria dos empréstimos desse golpe foi feita no limite máximo e os “laranjas” utilizados pela quadrilha ficavam com apenas uma pequena parte do dinheiro e os mentores com o resto. “Alguns laranjas foram convidados a entrar no golpe e outros foram coagidos”, disse Barreto. Dos 88 mandados de prisão expedidos, 58 já foram cumpridos pela polícia. Dentre os presos, estão os oito líderes da quadrilha e diversos laranjas.

A polícia também investiga qual o destino que o dinheiro dos empréstimos era dado pela quadrilha e um possível envolvimento no golpe de funcionários da empresa Century Investimentos Ltda., que intermediou o convênio feito pelo Paraná Banco com a prefeitura de Itaperuçu.


Também participaram do cumprimento dos mandados de busca e apreensão e de prisão policiais do Grupo Tigre (Tático Integrado de Grupos de Repressão Especiais), Cope (Centro de Operações Policiais Especiais), delegacia de Furtos e Roubos, de Estelionato, de Homicídios e Corregedoria.

A operação deflagrada pelo Nurce irá transcorrer em segredo de acordo com determinação da Justiça. A ordem foi deferida pelo juiz Carlos Alberto Costa Ritzmann, da comarca de Rio Branco do Sul, que justifica a decisão como sendo preventiva em eventuais danos à imagem e intimidade das pessoas envolvidas.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 311 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal