Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

27/11/2008 - Globo Esporte Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Zico: ‘Quem leva dinheiro para ganhar, leva para perder também’

Por: Felipe Carneiro

Técnico condena prática da ‘mala branca’ e diz que já viu isso acontecer.

Todo fim de ano é a mesma coisa. Clubes na disputa pelo título, ou por uma vaga na Libertadores, ou mesmo para fugir do rebaixamento são acusados de oferecer dinheiro a jogadores de outros times para que tenham ‘um incentivo a mais’ para vencer seus adversários diretos. É a famosa ‘mala branca’.

Muita gente acredita que, se o dinheiro extra for para incentivar uma vitória, não há problema ético nenhum. É o que pensam, por exemplo, os técnicos Renato Gaúcho e Estevam Soares. A prática, no entanto, é prevista como corrupção no Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), e é assim que deve ser, segundo o técnico Zico.

- Quem leva dinheiro para ganhar pode levar para perder também. Eu sou trabalhador para ir para o campo e ganhar. Tenho meu salário no clube para honrar a camisa que eu visto. Se eu estou eliminado ou não, tenho que ir lá e ganhar, não tenho que ajudar nem A nem B. Vai dizer: ‘Nós estamos em uma fase ruim e o dinheiro é bem-vindo’? Que isso? – indigna-se Zico.

A prática, também conhecida como ‘doping financeiro’, é muito antiga no futebol, e o próprio Zico viu acontecer várias vezes, inclusive com times do exterior. Em 81, na campanha da Libertadores, ele garante que sabe de um atleticano que ofereceu dinheiro para times paraguaios vencerem o Flamengo na fase de grupos.

- Mala branca, preta, amarela ou roxa sempre existiu. Agora, concordar com isso é outra coisa. Antes do jogo no Serra Dourada, nós jogamos as duas últimas partidas no Paraguai: contra o Cerro e contra o Olímpia. Se ganhássemos as duas, o Flamengo se classificaria direto. Se ganhasse uma e empatasse a outra, teria um jogo extra contra o Atlético. Nós fomos em um restaurante e tinha dois representantes do Galo lá. Os dois times paraguaios estavam fora, e nós sabíamos que o homem da mala estava lá. Então os caras do Paraguai estavam “alimentados”.

O Flamengo goleou o Cerro por 4 a 2, mas ficou no empate em 0 a 0 com o Olímpia e teve que fazer o jogo de desempate com o Atlético-MG – venceu por 1 a 0 no Maracanã. Zico fez questão de deixar claro que não sabe se o ‘homem da mala’ era mesmo do Galo.

- Não posso dizer que era do Atlético, poderia ser um cara por conta dele, um torcedor, sei lá.

Dinheiro não é motivação suficiente

De qualquer maneira, Zico não acredita muito na eficácia da ‘mala branca’. Para ele, o dinheiro não é motivação suficiente para vencer um time que realmente está brigando por um título.

- Quando um time está eliminado, se você faz um gol nele, não tem prêmio que faça os jogadores correrem. Ele corre se a coisa estiver equilibrada, mas se estiver sem chances... é questão de motivação profissional, o cara não vai se deixar contagiar por um dinheirinho a mais.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 214 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal