Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

26/11/2008 - TV Canal 13 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Cepisa vai intensificar o combate aos "gatos" no Piauí


Cepisa vai intensificar o combate aos "gatos"
A Companhia Energética do Piauí - Cepisa está visitando as residências nos bairros de Teresina e de todo o Piauí, para fiscalizar como está a distribuição de energia nos bairros. O objetivo é encontrar ligações irregulares (conhecidos como gatos) ou falhas nos contadores, "a Cepisa tem fiscalização permanente, mas está sendo intensificada neste segundo semestre, em todo o Estado", disse o assistente da Presidência, José Salan Barbosa Melo.

A maior fiscalização aconteceu no bairro Saci, zona Sul de Teresina, mas outros bairros da capital, já foram visitados e outros serão vistoriados. Até o dia 17 de novembro, o resultado parcial foi de 2.013 inspeções, destas, 293 tinham fraudes, desvio e alteração do medidor e foram substituídos 363 medidores, "no Saci foi uma varredura, visitamos casa por casa e há alguns dias retornaremos às residências que foram pegas com fraude, para fazermos uma segunda inspeção", disse José Salan.

Nesta inspeção, os técnicos visitam casa por casa, observando os contadores, subindo em muros e telhados com o intuito de fiscalizar se a chegada da energia na casa é regular. Eles permaneceram no bairro por um mês.
Juntamente com a Operação Fraude e Desvio, a Cepisa está realizando a Operação Corte, que um combate à inadimplência dos consumidores. Nos próximos dias, acontecerá em todo o Piauí, uma mega operação, com a junção de ambas, para regularizar a distribuição de energia e pagamento do consumo. São expedidas, por mês, 70 mil ordens de serviço para corte de energia por falta de pagamento.

O consumo clandestino de energia elétrica, os famosos "gatos" e as ações fraudulentas sobre o sistema de medição têm causado prejuízo anual de R$ 150 milhões a Cepisa, número que representa 3% do rombo amargado pelas concessionárias brasileiras, estimado em R$ 5 bilhões, em estudo do Instituto Acende Brasil.

A Cepisa tem 840 mil consumidores, deste, apenas 40% pagam a conta até o dia do vencimento, 40% pagam após e 20% dos consumidores não pagam o consumo. O valor das multas por consumo de energia de forma clandestina depende do tipo de infração.
Segundo José Salan, os dois grandes problemas encontrados pela Cepisa são: o grande volume de recursos que a empresa tem a receber e o desvio, a fraude na rede de distribuição. "Estes são os dois grandes 'calos' da empresa, mas iremos de forma sistemática e mais forte reduzir estes indicadores na empresa", disse o assistente da Presidência.
Para efeito de comparação, o estudo do Acende Brasil mostra que, nacionalmente, a média de energia roubada é de 5%. Além do Piauí, que apresentou o maior índice com cerca de 30%, Maranhão, Pernambuco e Rio de Janeiro também apareceram com perdas significativas. Um total de 30% da energia do Piauí está em "gatos" e ligações clandestinas, o que coloca o Estado no nível mais crítico de consumo irregular do país.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 246 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal