Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

22/11/2008 - Folha de São Paulo / EFE Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Empresário acusado de fraudes na Colômbia tem bens confiscados


A polícia colombiana confiscou neste sábado um luxuoso iate em uma praia privada do balneário de Cartagena de Indias que pertencia ao grupo DMG (David Múrcia Guzmán), acusado de captações ilegais de dinheiro, e que provinha do porto panamenho de Colón, informaram fontes oficiais.

O comandante da Polícia dessa cidade, coronel Carlos Mena, assinalou que a embarcação chegou no final de setembro a Cartagena proveniente do Panamá e que a sua bordo se realizavam "custosas festas".

Além disso, indicou que a moderna embarcação tem um custo aproximado de US$ 2 milhões e que averigua outros iates aparentemente também pertencentes à DMG.

Uma procuradoria panamenha também ordenou hoje o confisco de bens de luxo que estavam em nome de sociedades anônimas vinculadas à DMG, por captar dinheiro de forma ilícita.

Múrcia Guzmán foi detido na quarta-feira, na localidade panamenha de Campana e deportado à Colômbia na madrugada de quinta pela Polícia colombiana.

Fontes judiciais panamenhas informaram que, após uma série de investigações, confiscaram ontem diversos automóveis, um iate de nome Moppie e outros artigos não identificados que pertenceriam à DMG.

Segundo cálculos divulgados pela imprensa da Colômbia, 2 milhões de colombianos podem ter sido enganados pelas "pirâmides" e o grupo DMG, que baseava sua atividade na comercialização de bens e serviços por cartões pré-pagos.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 186 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal