Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

21/11/2008 - O Estado de São Paulo / Ag. Estado Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

O trambique dos falsos vinhos de Jefferson em livro eletrizante


Uma garrafa é sempre uma incógnita. Debaixo da rolha pode estar um líquido maravilhoso, ou péssimo. O pior, entretanto, é encontrar um líquido falso.

O livro de Benjamin Wallace é o relato em tom de novela policial da maior fraude da história dos vinhos, cujo final ainda não aconteceu. Recapitulando: operários demolindo uma parede em Paris encontraram algumas garrafas bem antigas. O famoso negociante de raridades Hardy Rodenstock adquiriu o tesouro e declarou, por umas iniciais, Th. J, gravadas nos vidros, que teriam pertencido a um antigo embaixador americano na França, nada menos que Thomas Jefferson. As garrafas foram leiloadas em 1985, na Christie?s, certificadas por Michael Broadbent. Disputadas por colecionadores, foram vendidas por milhares de dólares. Tudo lindo. Até o dia em que um dos compradores mandou examinar o vinho. O resultado: algo produzido após 1945. Os testes não são precisos, mas certamente não são vinhos da idade anunciada e muito menos, da adega do ex-presidente dos Estados Unidos. E pior, o buril que gravara o vidro era elétrico. Que caldos seriam aqueles e quanto valeriam de verdade? A investigação continua. Rodenstock está sofrendo processos. Enquanto o caso não termina nos tribunais vale ler o livro que tem toda a pinta de roteiro e deve virar filme.

O Vinho mais Caro da História, de Benjamin Wallace , Zahar

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 186 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal