Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

20/11/2008 - Tribuna do Norte Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

PRF prende na BR-101 quadrilha de estelionatários


Uma quadrilha de estelionatários acusada de crimes em oito estados brasileiros foi desbaratada na madrugada de ontem no município de Canguaretama, a 67 Km de Natal. Os suspeitos estavam em dois veículos, onde foram encontrados documentos falsos, talões de cheque, mais de R$ 6.000 em dinheiro e aparelhos utilizados na aplicação dos golpes. Além do dinheiro brasileiro, também foram achados pesos colombianos e bolivares venezuelanos nos carros dos acusados. Uma equipe de policiais rodoviários federais do Núcleo de Operações Especiais abordou e prendeu os estelionatários por volta de 2h no Km 164 da BR-101.

A quadrilha era formada por cinco pessoas, quatro homens e uma mulher. Dentro dos carros, um Ford Fiesta, de placas MMY-5437, de João Pessoa/PB e um Fiat Tempra, de placas HOR-2032, de Teresina/PI, os policiais encontraram dez identidades falsas, três impressoras, um notebook e cerca de 50 folhas de cheques em branco, do Banco do Brasil e do Bradesco. No computador a quadrilha trabalhava com diversos programas utilizados para confeccionar RGs falsos, contra-cheques, além de servirem para imprimir folhas de cheques em branco no nome de qualquer pessoa.

Pelos extratos encontrados, ficou comprovado que a quadrilha movimentava grandes valores. A Polícia Rodoviária Federal informou que em alguns casos a movimentação chegava a R$25.000,00 por dia. O esquema consistia em adquirir produtos através de cartões clonados ou cheques frios, e em seguida vender essas mercadorias por um preço bem abaixo do mercado. Na abordagem os suspeitos ainda tentaram subornar os policiais oferecendo R$ 5.000,00. No total foram encontrados R$ 6.870,00, além de 1.500 bolivares venezuelanos e 40.000 pesos colombianos.

Após a prisão, todos os acusados foram conduzidos à Delegacia de Polícia Civil de Canguaretama, onde foram autuados em flagrante por estelionato, formação de quadrilha, uso de documento falso e corrupção ativa. O inquérito vai transcorrer na DP de Canguaretama, onde os suspeitos se encontram detidos.

Identidades falsas

Os cinco estelionatários detidos tinham duas carteiras de identidade cada um, o que dificultou a identificação dos suspeitos por parte da Delegacia de Polícia Civil de Canguaretama. A equipe da Polícia Rodoviária Federal responsável pela prisão dos acusados checou a ficha criminal de algumas das identidades encontradas com os acusados e descobriu que os cinco já têm passagem pela polícia.

Os acusados Luciano Barbosa Lucena, 26 anos, pernambucano, Ígor Henrique Justino da Silva, 29 anos, pernambucano, Norivaldo Ribeiro Campos, 42 anos, maranhense, Karina Modesto, 22 anos, paulista e Ediney Cutrim da Silva, 26 anos, também maranhense respondem a diversos processos por estelionato, art. 171 do Código Penal, além de receptação, furto, roubo e formação de quadrilha. Os processos dos acusados transcorrem nos estados de São Paulo, Goiás, Tocantins, Maranhão, Piauí, Paraíba, Pernambuco e Ceará.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 266 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal