Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

19/11/2008 - O Estado de São Paulo / Ag. Estado Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Telefônicas admitem possibilidade de fraude em sistema

Por: Gerusa Marques


BRASÍLIA - Representantes da Vivo, Claro, TIM, Oi e Brasil Telecom admitiram nesta quarta-feira, 19, durante a audiência pública na Comissão de Ciência e Tecnologia do Senado, que os sistemas são passíveis de fraude, mas disseram estar empenhados em adotar medidas que reforcem a segurança dos dados dos clientes. O superintendente de Serviços Privados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Jarbas Valente, explicou que a agência tem um grupo antifraude que vem trabalhando há quatro anos junto com as empresas para a implementação constante de novas medidas.

A audiência pública foi convocada para discutir notícias veiculadas na imprensa de compra de sigilo telefônico por R$ 1 mil. Entre os casos de violação do sigilo, estariam os dados cadastrais do senador Aloizio Mercadante (PT-SP) e as contas de telefone do senador Álvaro Dias (PSDB-PR) e do deputado Gustavo Fruet (PSDB-PR).

Segundo Valente, há quatro anos, as operadoras brasileiras só conseguiam faturar 60% das ligações feitas, principalmente por causa da clonagem de telefones. Hoje, esse porcentual subiu para 95%. A meta, segundo Valente, é reduzir as fraudes para 2% até fim do ano que vem. Mercadante, autor do requerimento de realização da audiência pública, disse que pretende chamar novamente ao Senado a Anatel e representantes da Polícia Federal para retomarem a discussão do assunto quando as investigações forem concluídas.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 167 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal