Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

05/10/2006 - Mogi News Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Casais são acusados de dar golpe em Santo André

Por: Carla Monique Bigatto


Três casais foram presos acusados de estelionato, anteontem à tarde, em Santo André (ABC). Eles se passavam por representantes da Volkswagen e, em anúncios na internet, ofereciam carros a preços bem abaixo da tabela.

As vítimas eram orientadas a depositar o dinheiro em uma conta bancária, mas não recebiam o veículo. Segundo a polícia, os três homens acusados tinham passagem pela polícia por roubo, tráfico de drogas e receptação. As mulheres tinham ficha limpa.

As vítimas _mãe e filho que comprariam o carro juntos_ foram atraídas pelo anúncio de um CrossFox zero quilômetro com alguns opcionais, anunciado por R$ 41 mil. O preço normal do modelo no mercado é de R$ 55 mil.

Em contato com o bando, as vítimas foram orientadas a efetuar depósitos na conta da dona-de-casa N.S.A., 32 anos. Foram feitos dois depósitos, totalizando R$ 21 mil. Para atrasar a transação, o negociador, que se dizia funcionário e representante da Volks, afirmava que o veículo sairia direto da montadora, mas que ainda não estava pronto. A falsa negociação se estendeu por três meses.

A polícia chegou à quadrilha depois de localizar a dona da conta. Ela foi flagrada na tarde de anteontem sacando R$ 7.200 _depositados pelos compradores_ em companhia do servente A.L.F.S., 29 anos.

A dupla havia marcado um encontro com outro casal _T.F.V., 24 anos, e o açougueiro F.S., 27 anos_ em um shopping de Santo André (ABC). Os dois levariam o dinheiro arrecadado ao vendedor V.C., 39 anos e à mulher dele, E.M.C., 39 anos, apontados como líderes do bando.

Com o segundo casal foi apreendido um carro com placas falsas, que a polícia suspeita ser roubado. Eles confessaram que receberiam 10% do valor obtido.

Para a polícia, a forma como as transações eram feitas indica que pode haver outras vítimas do golpe. O dinheiro recuperado foi devolvido à família.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 386 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal