Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

04/10/2006 - Jornal da Paraíba Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Procon diz que paraibanos são vítimas do ‘golpe do depósito’

Por: Juliana Brito


O Procon Estadual denuncia existência de um novo golpe para extorsão de dinheiro. As vítimas estão sendo abordadas por correspondência, com promessa de pagamento de valores acima de R$ 40 mil. O caso mais recente do golpe do “depósito de dinheiro” ocorreu na semana passada em João Pessoa. Segundo o secretário-executivo do Procon-PB, Odon Bezerra, a vítima recebeu um telegrama em casa, de pessoas que se identificaram como advogados.

“Eles disseram que a vítima tinha ganhado uma ação judicial no valor de R$ 42 mil e que o dinheiro seria depositado na conta dela. Em seguida, ligaram avisando que tinham depositado R$ 3 mil a mais e que ela teria que devolver esse dinheiro”, relatou Odon. Ele disse que a vítima, que não pode ser identificada por motivo de segurança, desconfiou e foi ao banco verificar se o dinheiro tinha sido depositado.

“Os R$ 42 mil foram depositados, só que o cheque tinha sido roubado em São Paulo”, contou Odon. Os golpistas tiveram acesso aos dados da vítima em uma empresa de seguros paulista em que o pai dela havia feito um seguro de vida. “Eles (os golpistas) estão fazendo isto constantemente”, alertou Odon Bezerra.

Além do “depósito de dinheiro”, na relação dos crimes contra relações de consumo estão incluídos ainda o envio de produtos para a casa dos consumidores (sem solicitação prévia e com envio de cobrança); publicidade enganosa e troca de cartões de crédito – apontados por Odon Bezerra como os mais praticados.

No caso de publicidade enganosa, a exemplo de anúncio de produtos com preços promocionais - em jornais específicos das lojas ou na mídia (rádio, TV, jornal) -, que não correspondam ao que é oferecido no estabelecimento comercial, o procedimento mais adequado é acionar o Procon (3218-6959). “Tudo que envolve relações de consumo é de competência do Procon”, observou.

A orientação de Odon Bezerra é que os consumidores procurem também a delegacia mais próxima e registrem Boletim de Ocorrência (BO). “Como se trata de crime, o melhor é prestar queixa”, comentou o secretário-executivo. Outro crime que está se tornando comum na Paraíba, segundo Odon, é a troca de cartões. Ele explicou que o estelionatário (golpista) costuma atacar em terminais de auto-atendimento bancário da seguinte maneira: primeiro ele instala um dispositivo no local reservado na máquina para colocação do cartão do banco pelos usuários.

Em seguida, o criminoso espera que a vítima utilize o terminal, que vai apresentar problemas na leitura do cartão magnético devido à presença do dispositivo. O equipamento é capaz de registrar a senha digitada pelo usuário. “Quando ele vê que a pessoa está com problema e que o cartão emperrou, oferece ajuda, se passando por funcionário do banco. Nesse intervalo, ele troca de cartão com a vítima, que vai embora sem perceber que pegou o cartão errado”, revelou o secretário-executivo do Procon-PB. Entre os cuidados que as pessoas devem tomar para não serem vítimas deste tipo de golpe, Odon Bezerra recomenda: “Desconfie sempre da benevolência das outras pessoas”. Ele ressaltou que a atenção deve ser redobrada quando as situações envolvem transações bancárias.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 449 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal