Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

10/11/2008 - Baguete Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Segurança também cabe no bolso

Por: Luis Schedel


Ao mesmo tempo em que a tecnologia nos oferece uma janela para o mundo, também nos expõe, na mesma proporção, a riscos e vulnerabilidades. Prova disso é o desafio que um dos mercados considerados mais maduros, o financeiro, precisa superar. A crescente ocorrência de fraudes nas transações de cartões de crédito e débito tem ocupado destaque na agenda dos CIOs, colocando o tema segurança na pauta do dia.

Não é para menos. A consultoria Tevora Business Solutions revela que os prejuízos com pagamento eletrônico somaram mais de US$ 150 milhões às empresas brasileiras. E só nos primeiros dois meses de 2008 foram registradas perdas de até R$ 89 milhões em fraudes com cartões no mercado nacional. Até dezembro, estima-se um prejuízo na ordem de R$ 600 milhões.

Além dos estragos financeiros, esse cenário também gera prejuízos incalculáveis à imagem institucional das corporações, que podem ter sua marca atrelada à falta de segurança. Por isto, é cada vez mais importante a realização de análises no ambiente de TI e a implantação de ações preventivas. Foi o que fez o segmento financeiro, temeroso com as perdas registradas nos últimos tempos.

A Indústria de Cartões de Pagamento (Payment Card Industry, da sigla PCI), ao lado das principais empresas do setor, criou a regulamentação PCI DSS (Payment Card Industry Data Security Standard), que determina o grau de segurança exigido nas transações financeiras realizadas com cartão de crédito para uso mundial. O padrão estabelece 12 requisitos de segurança para facilitar a adoção de medidas eficientes para segurança da informação.

Diante desse contexto, conseguir atender a demanda desse mercado, demonstrando a importância dos investimentos em segurança, configura-se como uma grande oportunidade para os prestadores de serviços. Isso porque muito mais do que soluções técnicas com capacidade de retorno rápido, as empresas estão carentes de processos mais definidos e do uso de ferramentas de gestão de riscos, controle de incidentes e fraudes.

Os números do setor reforçam a emergência do setor financeiro e necessidade latente por medidas eficientes. De acordo com a ABECS (Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços), o Brasil encerrou 2007 com 93 milhões de cartões de crédito, 201 milhões de débito e 142 milhões na modalidade lojas e redes, representando um crescimento de 13% no total em relação a 2006. Já em junho deste ano, a associação divulgou a marca de 100 milhões de cartões de crédito em circulação, 209 milhões de débito de 156 milhões de plásticos de lojas e redes. No total, o primeiro trimestre de 2008 obteve um crescimento de 14%, se comparado ao mesmo período do ano passado.

Em miúdos, embora o momento seja altamente desfavorável para a indústria de cartões de crédito, para os fornecedores de segurança o cenário é propício para alavancar negócios e posicionar a segurança da informação da maneira como ela realmente merece: no topo da pirâmide.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 155 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal