Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

03/10/2006 - Globo Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Diretora do Fed mostra otimismo diante de possível recessão


Os bancos do mundo estão mais bem preparados que antes para enfrentar uma recessão na economia mundial, afirmou hoje no México uma diretora do sistema do Federal Reserve dos EUA (Fed), Susan Schmidt Bies.

— Em comparação com a situação dos bancos na última crise financeira, passamos os últimos anos em condições muito favoráveis — disse Schmidt, que está no México para a XIV Conferência Internacional de Supervisores Bancários.

A situação propícia permitiu aos bancos "fortalecer sua gestão de riscos, melhorar suas margem de lucro, construir capital internamente e chegar a novos mercados para conseguir capitais", comentou.

Ela explicou que nos últimos anos os mercados mundiais "estiveram muito bem em termos de baixas taxas de juros", o que significa que os bancos "em geral dispõem de capital e receita fortes num plano global, além de práticas melhores de gestão de riscos".

Banqueiros e supervisores financeiros de todo o mundo estão reunidos no México para analisar aspectos fundamentais para a solidez do sistema bancário mundial.

Schmidt disse que hoje "é muito difícil adotar controles bem-sucedidos para evitar a lavagem de dinheiro" e "mais complicado identificar o financiamento do terrorismo que as fraudes tradicionais".

Ela apontou como uma necessidade em todo o mundo que "os legisladores aumentem as exigências sobre as instituições financeiras, para que saibam com quem estão fazendo negócios e conheçam melhor seus clientes".

Outro desafio para os bancos, acrescentou, é se adaptar às mudanças da economia e do sistema financeiro e ao surgimento de novos produtos bancários.

— A paisagem financeira em constante evolução afeta os bancos, que devem se antecipar às crises de modo que o sistema possa conduzir as altas e baixas e manter-se forte — explicou.

Os bancos fortes são necessários particularmente nas crises para "reduzir os efeitos na economia real", disse Schmidt.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 317 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal