Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

06/11/2008 - Brazilian Voice Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Cliente pagava dançarinas Go-go com notas falsas em New Jersey


As autoridades anun­ciaram a prisão de um indivíduo que freqüen­tava um Go-go bar em Secaucus (NJ) e pagava a conta e dava gorjeta às dançarinas com notas falsas de US$ 20 e US$ 50. O réu Luis Lora Martinez, de 29 anos, residente na 38th St., em Union City (NJ), aproveitava a escuridão do AJ’s Lounge, um clube noturno na Secaucus Road, e pagava a conta com o dinheiro falso. Entretanto, após uma denúncia feita pelos funcionários do estabelecimento, na manhã do último Halloween, 31 de outubro, ele foi preso pela polícia no Skylight Motel, na Tonnelle Avenue, Jersey City, sob a acusação de falsificação e posse de uma carteira de motorista falsa emitida em New York, disse Cindy Wofford, agente especial do Newark Field Office do Serviço Secreto dos EUA.
Wofford explicou que as notas de US$ 20 apresentadas por Luis foram produzidas por uma impressora de computador caseira em papel comum e, por isso, tinham uma péssima qualidade. Aparentemente, o dinheiro era aceito devido à escuridão do local, mas pouco tempo depois ele foi considerado ‘estranho’, fazendo com que a Polícia de Secaucus fosse acionada.
Agentes do Serviço Secreto e representantes do escritório do promotor público do Condado de Hudson conversaram com o gerente do clube noturno que informou que os funcionários conseguiram identificar o homem que estava distribuindo as notas falsas e receberam a pista que ele estava hospedado no Tonnelle Avenue Hotel, disse Wofford.
As autoridades encontraram o réu no local e após ele ter consentido a realização de uma busca, os investigadores descobriram a quantia de US$ 5 mil em notas falsas de US$ 20 e US$ 50 escondidas em seu quarto, informou Wofford, acrscentando que o dinheiro falso estava separado do dinheiro de verdade de Martinez.
O juiz estabeleceu a fiança do réu em US$ 60 mil em dinheiro, mas antes disso ele terá que explicar a origem das notas falsas, explicou Edward DeFazio, promotor público do Condado de Hudson.
O réu enfrenta entre 3 a 5 anos de prisão por cadas das 2 acusações apresentadas contra eles.
“Obviamente, a vigilância dos comerciantes é essencial no combate à distribuição de dinheiro falso nos Estados Unidos”, disse DeFazio, que considerou a ação um sucesso pela cooperação entre seu escritório e os agentes federais.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 338 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal