Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

05/11/2008 - Jornal das Caldas Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Roubo de identidade através da Internet

Por: Francisco Gomes


A Polícia Judiciária avançou dados sobre o aumento exponencial do crime de burlas online em Portugal, indicando o distrito de Leiria como uma das zonas onde há um maior número de casos, contribuindo para as 230 vítimas nacionais e um montante de 2,11 milhões de Euros desviados.
Não obstante as chamadas de atenção da PJ para evitar que as pessoas sejam enganadas por esta actividade, verifica-se, ainda, que alguns procedimentos recomendados não são seguidos por parte dos cidadãos, no acesso às suas contas bancárias através da Internet.
A PJ alerta que nenhum Banco solicita aos clientes a confirmação das senhas de acesso, e dos números de contrato, seja em páginas da Internet, por correio electrónico, por SMS (serviço de mensagens curtas) ou por correspondência tradicional.
O desenvolvimento da tecnologia tornou os crimes também mais sofisticados, como a fraude ou o roubo de identidade. Trata-se de um flagelo silencioso que ocorre sem o contacto directo com os ladrões e que tem aumentado por todo o mundo.
Normalmente não nos apercebemos de que os dados foram roubados até começarmos a receber cartas de reembolsos, empréstimos e contas de bens e serviços que não adquirimos. No pior dos cenários, podemos até ser presos por crimes que não cometemos.
O que fazer para prevenir o roubo de identidade? Na Internet não escolher a opção “guardar a informação automaticamente” em sites e nos programas; Verificar a morada dos sites visitados pois o endereço poderá estar a ser reencaminhado para um site parecido, mas fraudulento; Não arquivar dados de Passwords e PINs; Não utilizar a mesma Password ou PIN para vários registos diferentes; Não reencaminhar e-mails com a informação dos antigos emissores; Utilizar um bom Antivírus; Verificar com regularidade os movimentos de conta de cartões bancários e assinaturas; Destruir os documentos antes de os deitar no caixote do lixo.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 186 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal