Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

05/11/2008 - JB Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

MJ intensifica combate à pirataria de remédios


BRASÍLIA - Com o objetivo de promover maior agilidade nas operações de combate à falsificação de medicamentos, o Ministério da Justiça promove nesta quinta-feira, em Brasília, uma reunião com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e Receita Federal. Além do governo, participarão do encontro representantes de 270 indústrias farmacêuticas nacionais e estrangeiras.

- Esta reunião vai propiciar um intercâmbio de informações e articulação entre as iniciativas pública e privada, gerando a união de esforços para a redução de práticas que violem a propriedade intelectual -destaca o secretário-executivo do Ministério da Justiça e presidente do Conselho Nacional de Combate à Pirataria (CNCP), Luiz Paulo Barreto.

A falsificação de medicamentos tem sido uma das principais preocupações do CNCP por conta das constantes denúncias em todo o mundo envolvendo a venda de remédios piratas, considerado um crime hediondo pela legislação brasileira.

Luiz Paulo Barreto lembra, no entanto, que a Anvisa e a Polícia Federal já têm empreendido diversas ações para conter esse tipo de delito. - Com o objetivo de ampliar o know how sobre o assunto, estamos chamando a indústria farmacêutica para um diálogo, a fim de unirmos nossas experiências e conhecimento desse tipo de crime e empreender operações nacionais de combate à falsificação de remédios - afirmou.

Também será debatida na reunião a criação de um canal para denúncias que levem os criminosos à prisão. Segundo números da Polícia Rodoviária Federal, só no primeiro semestre deste ano foram apreendidas 410,6 mil unidades de medicamentos falsificados – um número bem superior ao registrado ao longo de 2007 (322,6 mil).

Desde 2004, quando o CNCP foi criado, o Brasil tem registrado recordes de apreensão de produtos piratas. No ano passado chegou a R$ 1 bilhão. No primeiro semestre de 2008 a marca atingiu R$ 519 milhões. Entre 2006 e 2008, a Polícia Federal realizou 541 operações, com a prisão de 1.517 pessoas.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 178 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal