Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

05/11/2008 - Jornal A Tribuna Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Diarista é presa por fraude telefônica

Por: Marcio Costa


U ma operação de combate a fraudes no serviço de telefonia levou à prisão ontem, em Criciúma, uma diarista de 54 anos. Ela teria sido beneficiada com o procedimento ilegal que anula ou diminui contas telefônicas em até 95% sobre o valor da fatura. A operação foi deflagrada nos estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Ao todo, 60 suspeitos foram presos. Além de Criciúma, uma pessoa acabou detida na cidade de Piçarras (SC).

A diarista foi presa por uma equipe de policiais paranaenses do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), que continua investigando integrantes da quadrilha. A diligência teve apoio do delegado Vitor Bianco Júnior, da Central de Polícia (CP) de Criciúma. Os agentes fizeram buscas na residência da acusada, mas nenhum documento foi apreendido. No entanto, segundo investigações, a mulher estaria envolvida no esquema. Ela foi encaminhada ao Presídio Santa Augusta.

Quadrilha gerou prejuízos de mais de R$ 7,5 milhões à Brasil Telecom

Segundo a agência de notícias do governo paranaense, a polícia estima que a quadrilha gerou prejuízos de mais de R$ 7,5 milhões para a Brasil Telecom. Os 73 mandados de prisão e busca e apreensão foram expedidos pela Vara de Inquéritos policiais de Curitiba. O secretário de Segurança Pública do Paraná, Luiz Fernando Delazari, classificou o trabalho dos agentes como "extremamente profissional, com o uso das mais modernas técnicas de inteligência policial".

A operação, denominada Espectro, começou às 6h, e contou com a participação de cerca de 200 policiais civis. Segundo a polícia, o chefe da quadrilha, V.O.A., de 24 anos, foi preso em Curitiba. Um local onde funcionava uma central telefônica clandestina também foi estourado. Até o final da manhã, outras 35 pessoas acabaram presas em Curitiba. Com um casal, a polícia apreendeu sete computadores, dois dele portáteis, pen-drives e um aparelho celular.

Saiba mais:

- Segundo a polícia, os acusados pela fraude teriam criado uma espécie de "central de operadora paralela" para diminuir a conta de cliente da operadora telefônica Brasil Telecom. Treze pessoas ainda estão sendo procuradas.

- Uma pequena parte do valor da conta era pago à operadora e o restante ficava com a quadrilha. No local onde o chefe da quadrilha foi preso, por exemplo, a polícia encontrou extratos bancários que podem ajudar a identificar outros criminosos.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 406 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal