Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

02/11/2008 - Correio de Sergipe Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Crimes virtuais estão sendo os mais rentáveis


A internet se tornou uma necessidade na vida de milhares de pessoas. Hoje em dia ela é tão importante quanto um telefone. É um meio totalmente novo que pode ser utilizado das mais variadas formas: Comunicação, pesquisa, diversão. É uma fonte inesgotável de informação. Hoje o mundo gira em torno dessa rede, são milhares de usuários, computadores e servidores, todos ligados a ela. Internet é um sinônimo de liberdade, tudo é possível no mundo virtual, não existem barreiras. Esse mundo sem limites também tem seu lado ruim. Músicas e filmes são "baixados" em poucos minutos, dando alegria a quem faz o download e um prejuízo incalculável aos cofres públicos, donos de gravadoras e produtoras de cinema. Os problemas desse território sem lei não param por ai. Estelionatos, roubos de senhas, prostituição, pedofilia, apologia ao racismo são os crimes mais comuns cometidos na rede. De acordo com a Associação Brasileira de Especialistas em Alta Tecnologia (Abeat), devido à falta de legislação, os criminosos virtuais estão lucrando mais que o tráfico de drogas. É que alguns traficantes e quadrilhas especializadas em assalto a banco trocaram seus respectivos campos de atuação pelos crimes cibernéticos.

Segundo o delegado Joel dos Santos Ferreira, da Delegacia Especial de Falsificação e Defraudações de Sergipe, a maioria dos casos de estelionato pela internet, já registrados, é feita por criminosos de fora do Estado. Ele explicou como esses indivíduos agem e relatou um caso que ocorreu no ano passado. "Eles investem em anúncios pela internet e por televisão, com preços bem atrativos e boas condições de financiamento. Então a vítima, dá a entrada e fica esperando o recebimento de um produto que nunca irá chegar. No início do ano passado uma empresa, que praticava esse tipo de ação, enganou cinco pessoas daqui de Sergipe. Eles possuíam um site que oferecia veículos com boas condições de pagamento, um tipo de oferta que você não acha no mercado, e as pessoas pagaram à quantia sem nem checar se a empresa realmente existia, mesmo tendo o conhecimento que não era uma coisa confiável, já que não tem como saber com quem estava lidando. Além desses casos, já recebemos denúncias de pessoas que adquiriram produtos pela internet e dentro da caixa havia somente papéis ou lixo", revelou o delegado.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 247 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal