Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

01/11/2008 - Jornal de Notícias Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Falso médico também enganou Universidade

Por: José Vinha e Vítor Pinto Basto

Júlio C., 42 anos, detido pela PJ, tinha consultório em Lousada há ano e meio.

À mesma hora que a Polícia Judiciária anunciava, no Porto, a detenção de um falso médico, de 42 anos, à porta do seu consultório, Psicomed, em Lousada, uma jovem esperava por mais uma consulta de Júlio C, intitulado "neuropsicólogo".

"Ele é tão bom ou melhor que muitos médicos que andam por aí", afirmou ao JN o vizinho da jovem, de 23 anos, [ver texto da página seguinte) , depois lhe termos dito que o falso médico, que se intitulava neuropsicólogo, estava a ser ouvido no Tribunal de Lousada pelos crimes de tráfico de estupefacientes, usurpação de funções e falsificação de documentos. Foi-lhe aplicada a medida de coacção de obrigação de permanência em casa com pulseira electrónica, mas vai ficar detido até o Instituto de Reinserção Social reunir documentos para juntar ao processo.

F. era uma das dezenas de doentes do falso médico, que até a Universidade do Porto enganou ao ponto de, segundo a PJ, ali ter tirado cursos (verdadeiros) de pós-graduação, tendo com o habilitações a inscrição no Curso de Sociologia.

"Chegava a atender até 40 doentes por dia", afirmou um vizinho do falso doutor (a quem a Judiciária apreendeu dez cadernetas de recibos verdes das Finanças), que recorda que grande parte dos doentes de Júlio C. eram crianças. "Chegava a terminar as consultas às três horas da madrugada", assegurou.

Mas tudo começou a correr mal ao assumido neuropsicólogo quando há três ou quatro meses, segundo a PJ, um doente o denunciou, desconfiando que ele não tinha habilitações académicas para exercer medicina.

Rui Nunes, coordenador da Secção Regional de Combate ao Crime Económico-Financeiro da PJ/Porto, acompanhado pelo director, Baptista Romão, explicou que as investigações terminaram, anteontem à noite, com a detenção do falso doutor, após buscas realizadas à sua residência e ao seu consultório de Lousada.

"Stresse traumático", "Pânico", "O clínico-geral e o estudo das perturbações do sono", são alguns dos títulos dos livros do alegado impostor que a PJ juntou, ontem, ao material que lhe apreendeu e mostrou à Imprensa: 88 caixas de Rubifen, os boletins de recibos verdes, atestados médicos, vinhetas com o nome de vários médicos que o falso doutor utilizaria nas receitas que passava.

A Judiciária apreendeu os comprimidos Rubifen, por ter metilfenidato, substância que consta da tabela legal de substâncias estupefacientes, e que Júlio C. não podia ter consigo por não ser médico ou farmacêutico. Rui Nunes explicou que a posse e a comercialização de metilfenidato são permitidas apenas a médicos e farmacêuticos, pelo que o falso médico incorre no crime de tráfico de estupefacientes.

Rui Nunes explicou, ainda, que as caixas de medicamentos tinham a bula em castelhano, o que, segundo os investigadores, indicia que vinham de Espanha e eram, eventualmente, fornecidas directamente ao falso médico.

Rui Nunes explicou que, por esse motivo, a investigação ainda não está concluída. Falta perceber a origem dos medicamentos e a ligação de Júlio C. - que tinha boa credibilidade e boa carteira de clientes na região do Vale do Sousa -, com os nomes dos médicos apontados nas vinhetas que usava.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 301 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal