Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

22/10/2008 - Capital News Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Padre que rasgou dinheiro diz que cédulas eram falsas


Durante entrevista a imprensa nesse final de semana, acompanhado por membros da comunidade católica local, o Padre Felix Weka, envolvido em uma polêmica há duas semanas, onde teria queimado e rasgado dinheiro durante uma missa em Amambai, apresentou sua versão para o episódio.

Segundo ele foi preciso utilizar deste artifício para alertar os fiéis que o dinheiro é algo passageiro e que mais importante que valores materiais é o respeito pelo próximo.

O Padre tomou tal atitude depois de ouvir declarações onde o vice-prefeito eleito de Amambai, José Aguiar (DEM), qualificou alguns eleitores do município como “papa hóstias”.

“O dinheiro queimado e rasgado durante a missa era falso, eu imprimi no meu computador. Só queimei o dinheiro simbolicamente, como forma de mostrar para as pessoas que o dinheiro se vai com o vento, e o mais importante, o que não podemos esquecer são os valores como o respeito e o amor a Deus e ao próximo”, afirmou Padre Félix que é indonésio e há quatro anos está a frente da comunidade católica da Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora em Amambai.

Felix Vecka também esclareceu que ficou chocado, assim como muitos fiéis, com a forma, segundo ele, desrespeitosa usada pelo vice-prefeito eleito durante a entrevista a emissora de rádio.

“Para nós, católicos, a hóstia é sagrada e representa o corpo de Cristo. É um símbolo muito forte do catolicismo. Ainda esperamos que o vice-prefeito se retrate perante a comunidade católica de Amambai que se sentiu ofendida com as palavras por ele proferidas”, disse Padre Feliz ao informar que ele, como um servo de Cristo, tem que defender a Igreja e a comunidade Católica”.

“Me pararam na rua para falar sobre a entrevista, ligaram para mim, eu fiquei indignado, porque ao invés de ir para a rádio agradecer os votos que recebeu, o vice-prefeito vai falar essas coisas que machucam. Eu como Padre tenho que defender valores como o amor, o respeito e principalmente a gratidão”, finalizou o Padre ao relatar que já manteve reunião com o prefeito eleito pela mesma coligação que o vice e todo o mal entendido foi colocado em “pratos limpos”.

“A partir de agora para mim essa situação é passado. Vou continuar meu trabalho de evangelização aqui em Amambai, pregando apalavra de Deus para a comunidade”, disse Padre Felix ao ressaltar que em nenhum momento durante a campanha eleitoral de 2008, buscou direcionar os fiéis para votar nesse ou aquele candidato.

“O que fizemos foi repassar à risca os mandamentos do eleitor católico elaborado e distribuído pela Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e repassado para todas as igrejas do País”, finalizou o Padre. (A Gazeta News)

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 182 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal