Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

21/10/2008 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Currículo na internet aumenta riscos de roubo de identidade, diz estudo


Aqueles que procuram emprego com a ajuda da internet precisam ficar atentas quanto aos sites para os quais fornecem informações pessoais – se a empresa não for confiável, esses dados podem ser usados em fraudes. O alerta foi dado pela iProfile, da área de recrutamento, que fez um estudo para analisar a vulnerabilidade dos internautas em parceria com a Polícia Metropolitana de Londres e a organização IAAC, ligada à proteção de informação.

A companhia publicou um anúncio em jornal pedindo que os interessados enviassem seus currículos a uma empresa chamada Denis Atlas (anagrama para ‘steal na id’, ou roube uma identidade). De 6 a 12 de outubro, teve respostas de 107 pessoas.

“Geralmente, os criminosos precisam de apenas três informações para roubar uma identidade [se passar por outra pessoa]. Os currículos enviados por esses internautas continham, em média, oito dados pessoais”, diz a companhia.

De acordo com a iProfile, aqueles que fizessem uma busca na internet pelo nome da empresa encontrariam um site explicando que a Denis Atlas não existe. Essa mesma página continha informações sobre o estudo, dizendo que se tratava de um experimento para identificar os riscos associados à divulgação de informações pessoais contidas em currículos. Todos os dados recebidos como parte da análise, diz a iProfile, foram destruídos.

A pesquisa indica que, das 107 pessoas que responderam ao anúncio, 68% não procuraram informações sobre a empresa divulgada. De todos os currículos enviados, 57% continham data de aniversário, 91,5% divulgavam endereço completo, 19% colocavam terceiros em risco (dando referências) e um interessado enviou até o número de seu passaporte.

Para que não seja vítima de roubo de identidade, o internauta que envia currículos deve tomar alguns cuidados como não incluir data de aniversário e local de nascimento. A iProfile ensina que o interessado só deve fornecer mais dados pessoais em um estágio avançado da negociação, quando tiver confiança na empresa onde deseja trabalhar e na pessoa que realiza as entrevistas.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 181 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal