Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

21/10/2008 - Record Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Crimes que mais parecem pecados

Por: Eugénio Queirós


Cinco dos sete membros do Conselho de Arbitragem da FPF, em 2004, que foram pronunciados para um julgamento de 555 crimes de falsificação de documentos (alteração de notas dos árbitros), argumentaram que apenas tentavam contornar, com as suas actuações, um regulamento obsoleto e estabelecer critérios de justiça nas subidas e descidas de categoria dos árbitros que vigiavam, num ambiente de grande desconfiança em relação ao trabalho dos observadores-avaliadores. Nada disto, porém, convenceu o juiz Carlos Alexandre.

“Não há dúvida que isto que a gente faz não é a forma correcta de gerir, mas não há outra forma”, chega a desabafar, ao telefone, António Henriques ao seu colega Francisco Costa, ambos ex-conselheiros agora pronunciados. Os outros são Azevedo Duarte e Luís Nunes.

Sobre a figura central deste processo, o juiz de instrução considerou que, no desempenho das suas funções de presidente do Conselho de Arbitragem, “exerceu subjacentemente o papel de ‘coordenador’ e de ‘estratega’ de toda a actividade relacionada com a viciação das nomeações e classificações dos Árbitros e Observadores da FPF, e a quem todos os restantes arguidos envolvidos reportavam, cabendo-lhe, conforme resultou claramente da investigação, a ‘última palavra’ na viciação e falsificação da classificação final dos Árbitros e Observadores”.

Sendo tudo isto “bem evidente”. Pinto de Sousa “também assumiu que as classificações dos árbitros se faziam ao arrepio das disposições regulamentares de arbitragem, procurando justificar tais factos no completo descrédito que a actividade dos observadores merecia”, observou ainda Carlos Alexandre.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 344 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal