Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

21/10/2008 - Jornal Umuarama Ilustrado Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Integrante da quadrilha que clonava cartão de crédito admite culpa


Um dos integrantes da quadrilha especializada em clonar cartões de crédito, presa na última quarta-feira pela polícia paranaense, admitiu sua participação no crime. Ele foi interrogado, na sexta-feira (17), pelo Centro de Operações Policiais Especiais (Cope). Alexandre Alves Ferreira, que foi preso em São Paulo, confessou já ter se passado por técnico de manutenção de uma operadora de cartão de crédito para aplicar o golpe em Curitiba.
Moacir Hilmann, 42 anos, Lineu Carlos Gomes, 29, Edys Camargo Abricó, 33, Michele Bueno, 28, e Anderson Arthur Bueno, 29, também foram detidos pela polícia na última semana, e afirmaram que só vão falar em juízo. “Alexandre, em momento algum, falou de outras pessoas. Nossos trabalho continua para esclarecer todos os fatos e capturar as outras pessoas envolvidas”, afirma o delegado Renato Bastos Figueiroa, que comanda a investigação batizada de Operação Trilha Falsa.
Nos próximos dias, as investigações da polícia continuam para descobrir a origem dos documentos falsos que os presos portavam e para levantar a participação de mais pessoas ligadas à quadrilha. As pessoas que usaram os cartões em compras também estão sendo investigadas e podem ser responsabilizadas.
Técnico – A polícia também solicitou auxílio de um técnico para analisar os objetos eletrônicos apreendidos. Segundo o delegado Figueiroa, muitas informações devem estar contidas no material. “Já encontramos dispositivos ‘chupa-cabras’ em algumas máquinas apreendidas e informações privilegiadas de cartões de terceiros em pen drives e laptops”, disse.
As seis pessoas estão detidas em caráter temporário no Cope e devem ser transferidos ainda hoje para o Centro de Triagem de Piraquara. Michele Bueno está detida no Centro de Triagem Feminino. Os policiais ainda procuram Velci Antonio Siebert, 50, Arlindo Oliveira Neri, 43, Adauto Jorge Dimbra, 46, e Elirde Maria dos Santos, 37.
Todos foram indiciados por formação de quadrilha, estelionato, falsificação ideológica, uso de documentos falsos. Na próxima sexta-feira (24), com o término do inquérito, a polícia deve solicitar a prisão preventiva de todos os envolvidos.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 664 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal