Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

19/10/2008 - Jornal de Notícias Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Até o salário lhe levaram com documentos furtados

Por: Nuno Silva


O furto da carteira, há oito meses, foi apenas o início do tormento de Clara Costa. Uma outra mulher assumiu a sua identidade e, entre levantamentos bancários e créditos fraudulentos em lojas, já a lesou em "mais de 12 mil euros".

Aquela noite de sábado de 16 de Fevereiro não sairá mais da memória da professora, de 34 anos e residente em S. Mamede de Infesta (Matosinhos). Durante uma festa, num hotel do Porto, foi dançar com o marido e, quando voltaram para a mesa, deu pela falta da bolsa que deixara no chão, junto à cadeira. "Ainda admiti que alguém a tivesse levado por engano...", confessou. Mas o pior cenário cumpriu-se e Clara Isabel Costa tinha mesmo sido assaltada, ficanco sem todos os documentos, cartões de crédito e débito de dois bancos (Santander e Montepio), chaves, dois telemóveis e 150 euros em dinheiro.

Como é normal, a sua primeira preocupação foi "anular rapidamente os cartões". Assim o fez mal chegou a casa, contactando "o SIBS, para bloquear os cartões do Santander, e a linha 24 horas do Montepio", salientou. Depois, foi à PSP denunciar o caso. "Fiquei descansada", afirmou, longe de imaginar que, afinal, o pesadelo ainda estava para vir.

Quatro dias depois, a docente tomou conhecimento de que uma mulher tinha ido a um balcão do Santander, no Porto, e, fazendo-se passar por ela com documentos falsificados - apresentava o bilhete de identidade da vítima, mas com outra fotografia -, conseguiu levantar 3000 euros da sua conta e 1000 euros da conta do pai, da qual era segunda titular. Neste caso, o banco acabaria por repor o dinheiro, salienta Clara, admitindo que tenha havido alguma "falha de comunicação" desde que pediu o bloqueio dos cartões.

Contudo, na mesma semana, a professora teve mais uma dor de cabeça, ao saber que alguém (supostamente a mesma mulher), levantou-lhe os 900 euros do salário de um balcão do Montepio Geral, também no Porto. Contactado o banco, que terá alegado falha de uma funcionária, foi-lhe concedido um "saldo descoberto autorizado", mas mediante a cobrança de juros, que ainda se mantém. Inconformada, a vítima reclamou por escrito e pediu a reposição do dinheiro. Nas respostas, em Março e Abril, a instituição lamentou os "transtornos", mas reiterou que nada mais faria antes de concluídas as investigações policiais. "Não achei correcto. Fui tratada como um número", queixa-se.

Além dos levantamentos bancários, a professora foi prejudicada, nas semanas seguintes, em milhares de euros através de créditos que a mulher - que alegadamente terá actuado com um cúmplice - contraiu em diversas lojas do Grande Porto, para comprar, sobtretudo, electrodomésticos, como computadores portáteis. Para tentar prevenir novos casos, a vítima, na altura grávida, chegou a deslocar-se a vários estabelecimentos de um centro comercial (por onde a burlona teria passado), para avisar do "roubo" da sua identidade

Oito meses depois, Clara Costa diz continuar com a "vida completamente empatada", temendo que ser alvo de novas fraudes. "Não tenho forma de controlar tudo isto. É uma sensação de impotência", desabafa, esperando que a sua odisseia sirva de "alerta" para outras possíveis vítimas.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 205 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal