Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

15/10/2008 - Diário da Manhã Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

2% das cédulas são falsas

Por: Iris Bertoncini


Cerca de R$ 500 mil do dinheiro que circula em Goiás é falsificado, o que corresponde a 2% das cédulas, estima o Banco Central. Número é considerado baixo em comparação aos outros Estados brasileiros. Em São Paulo, por exemplo, índice atinge até 5%. No Brasil, para cada R$ 10 mil, uma nota é falsa. Entre os R$ 100 bilhões circulantes no País, R$ 25 milhões são falsos. Analista do Banco Central, Manoel Tavares Santos esteve ontem na Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Goiás (Acieg) para orientar empresários como reconhecer as verdadeiras notas de real.

Como não são trocadas pelo Banco Central, quem recebe uma cédula falsa leva prejuízo. Por isso, Tavares explica que o comerciante não deve se constranger em conferir a nota na frente do pagador. “Não analisar a nota faz parte da cultura do brasileiro. Ele não gosta de demonstrar desconfiança na frente do cliente”, explica.

Ao receber uma cédula, primeiramente, é preciso verificar a textura do papel. Depois, o relevo, a marca d’água e as microimpressões. “Compare a cédula com outra que seja comprovadamente legítima”, ensina Tavares.

Ele alerta sobre a necessidade de verificar o maior número possível dos elementos de segurança. “Falsificam notas de diferentes maneiras. A cédula falsa pode conseguir imitar a marca d’água, por exemplo, mas não terá todos os outros elementos de segurança”, ressalta.

O dinheiro suspeito deve ser entregue a qualquer banco, que o encaminhará ao Banco Central, onde será analisado em minúcia. Quem coloca cédula falsa em circulação, mesmo que tenha recebido de boa-fé, mas sem conhecimento do crime, pode ser condenado à pena de seis meses a dois anos de detenção. “Se o consumidor for pego passando o dinheiro falso, deverá explicar onde recebeu”, diz o analista do BC. Se o caixa eletrônico fornecer uma cédula suspeita, fato deve ser comunicado rapidamente ao banco de onde foi sacada.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 333 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal