Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

14/10/2008 - O Globo Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

STF suspende pedido de extradição dos líderes da Renascer


SÃO PAULO - O Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu o pedido de extradição feito pelo governo brasileiro dos fundadores da Igreja Renascer, Sonia Haddad Moraes Hernandes e Estevan Hernandes Filho, que vivem nos Estados Unidos. No despacho, o ministro Marco Aurélio Mello cassou a decisão da 1ª Vara Criminal de São Paulo, que concedeu a extradição do casal.

O casal é acusado de lavagem de dinheiro por meio de organização criminosa. Os advogados do casal alegaram no pedido de habeas corpus que o Superior Tribunal de Justiça (STJ), ao se mostrar favorável à extradição, contrariou o Acordo de Extradição entre Brasil e Estados Unidos. O acordo prevê que esse tipo de crime não é passível de extradição.

O pedido de extradição havia sido apresentado pela 1ª Vara Criminal em São Paulo e mantido pelo Tribunal de Justiça de São Paulo e pelo Superior Tribunal de Justiça. O pedido de prisão do casal também havia sido negado.

Em janeiro do ano passado, os bispos da Renascer foram presos no aeroporto de Miami, Estados Unidos. O casal entrou nos EUA alegando que não portava mais de US$ 10 mil em moeda americana. Mas, na bagagem da família, durante uma revista, foram encontrados US$ 56.467 dólares. Parte do dinheiro estava escondida na capa de uma bíblia e num porta-CDs.

O processo no Brasil não tem ligação com a prisão nos Estados Unidos. O casal Hernandez é acusado pelo Ministério Público de São Paulo, de lavagem de dinheiro, evasão de divisas, falsidade ideológica e estelionato. O MP investiga também a formação de uma organização criminosa com o dinheiro doado pelos fiéis. Mais três sócios do casal respondem a processo.

Calcula-se que o patrimônio do casal seja de R$ 19 milhões, incluindo casas de luxo em Miami e no Brasil, além de um haras com 200 cavalos da raça manga-larga.

No dia 21 de janeiro passado, um acordo entre os réus e a secretaria estadual da Fazenda suspendeu um processo por sonegação.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 137 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal