Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS



Promoção BLACK WEEK. Até o dia 02/12 valor promocional para o Treinamento sobre Fraudes Crédito e Comércio ! CLIQUE AQUI.


Acompanhe nosso Twitter

10/10/2008 - Gazeta Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Preso estelionatário que aplicava golpes em Minas e Espírito Santo

Por: Marcela Bettcher


Homem é detido em Itarana, região norte do estado, na tarde desta quinta-feira, por estelionato. O estelionatário aplicou vários golpes em cidades entre Minas Gerais e Espírito Santo. Os equipamentos eletrônicos e dinheiro que estavam na posse do suspeito chegam ao valor de R$ 30 mil. Esses equipamentos seriam levados para uma feira em Belo Horizonte que trabalha com produtos roubados.

Anderson Mares Vieira, 39 anos, foi detido no momento em que se preparava para seguir viagem para Belo Horizonte. Ao ser detido pela polícia, Anderson apresentou uma identidade falsa com o nome de José Brandão Sander, mesmo nome que estava no talão de cheques. Além dessa identidade, ele possuía mais duas identificações em nome de Valdemir Mares e Luiz Mares.

De acordo com o soldado Lugon, da Polícia Militar de Baixo Guandu, ao ser detido pelos policiais, o suspeito confessou que agia na região há algum tempo. "Quando ele foi detido, nós encontramos além dos equipamentos eletrônicos e do dinheiro, um mapa das rodovias que ligam Minas Gerais ao Espírito Santo. Ele confessou que já faz algum tempo que ele vem realizando os crimes e que cada vez ele seguia uma rota, um tempo depois ele voltava pelo mesmo caminho. Tudo isso para não ser reconhecido pelas vitimas".

Ainda segundo ele, o suspeito já se identificou como policial para realizar o crime. "Um farmacêutico que teve um prejuízo no valor de R$ 400, disse em seu depoimento, que Anderson se apresentou com policial civil. Ele fez a compra na farmácia da vítima e deu um cheque falso para pagar os produtos".

"Outra vítima do estelionatário disse que foi tirar nota fiscal de umas mercadorias que ele havia comprado e o suspeito falou que não precisava. O rapaz informou que a polícia poderia pará-lo. Ele disse que era policial federal e que ninguém o pararia", relata o policial que acompanhou os depoimentos. Anderson Mares permanecerá detido em Itaguaçu e responderá processo por crime de estelionato.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 906 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal