Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

29/09/2006 - IDG Now ! / Agência USP Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Homens de 16 a 34 anos são alvos de fraudes em internet banking


São Paulo - Engenheiro da USP revela que homens com renda mínima de R$ 1.800 e moradores de grandes capitais estão na mira dos cibercriminosos.
O grupo mais suscetível a fraudes aplicadas em internet banking no Brasil é formado por homens entre 16 e 34 anos, das classes A e B, com renda mínima de 1.800 reais e moradores de grandes capitais, como São Paulo, Curitiba e Rio de Janeiro, informa o engenheiro Marcelo Lau.

Em seu mestrado pela Escola Politécnica da USP, o pesquisador fez um estudo de caso das fraudes aplicadas no setor, no Brasil, desde 2002 até 2005.
Os criminosos, segundo Lau, costumam ser homens, com idade entre 18 e 25 anos, brancos, de classe média ou média alta. O engenheiro lembra que em 2004, a Operação Cavalo de Tróia II, da Polícia Federal, resultou na prisão de 63 fraudadores, sendo que 18 já haviam sido condenados na versão anterior da mesma operação.

"Criminosos desse tipo podem ser condenados por estelionato, formação de quadrilha, furto qualificado, quebra de sigilo bancário e lavagem de dinheiro. A pena máxima nesses casos pode chegar a 18 anos, mas na prática, fica entre 4 a 6 anos", esclarece.
Para o engenheiro, a contenção desse tipo de crime pode ser conseguida por meio de três ações. A primeira é sobre o usuário final, com um plano de conscientização dirigido a todos os usuários de internet banking, principalmente ao grupo mais suscetível.

"Além disso, todos os provedores de internet devem ter mecanismos que garantam a segurança dos serviços, desde o e-mail até o sistema operacional", esclarece Lau. "E, aos fraudadores, é preciso que os órgãos públicos de repressão atuem constantemente na investigação e punição, com apoio da imprensa para divulgar as operações."

Lau ressalta que as principais técnicas usadas em outros países para aplicar golpes em internet banking já tiveram precedente no Brasil. "O número de ocorrências no exterior ainda é pequeno quando comparado ao que acontece no Brasil. Em algumas cidades, como Paraupebas, no Pará, há quadrilhas especializadas e extremamente organizadas que ganham muito dinheiro com isso", conta.

Cavalo de Tróia e Orkut

Para realizar a análise, Marcelo Lau criou três e-mails "isca" e se cadastrou com eles, propositalmente, em inúmeros sites - comércio eletrônico, provedores de serviços na internet, sites de entretenimento e de promoções.

No mês de abril de 2004, Lau recebeu, nesses e-mails, cerca de 101 mensagens contendo trojans (ou cavalos de tróia) - um software que, ao ser instalado em um computador, age como um espião, capturando dados como senhas bancárias. Em março do ano seguinte, esse número subiu para 904.

Marcelo Lau alerta que, atualmente, os fraudadores têm aproveitado também o site de relacionamento Orkut para conseguir vítimas. "Eles colocam mensagens na página de recados da pessoa (scraps) pedindo que acesse determinado endereço, mas caso ela faça isso, poderá instalar um trojan na própria máquina", conta.

"O comunicador instantâneo MSN também pode ser infectado por cavalos de tróia e mandar um link para a lista de amigos do usuário. Quem recebe a mensagem, não desconfia porque acha que o remetente é o amigo indicado, sem perceber que se trata um trojan", esclarece.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 371 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal