Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

08/10/2008 - Gazeta do Sul Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Falsário usava o nome da Oktoberfest em golpe

Por: Ricardo Düren


Um homem foi detido por estelionato em Santa Cruz do Sul na tarde de ontem. Ele usava o nome da 24ª Oktoberfest e 4ª Oktoberfeira em um golpe que estava sendo aplicado entre lojistas do município. O rapaz, de 27 anos, foi preso pela Delegacia Especializada de Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas (Defrec) quando tentava receber pagamento em uma loja no Shopping Santa Cruz.

Segundo o delegado Luciano Menezes, titular da Defrec, o estelionatário vendia publicidade se fazendo passar por representante da Oktoberfest. Ele cobrava R$ 120,00 de cada empresa pra custear a confecção de um folder com a programação da festa. O material de fato foi impresso, contudo, em péssima qualidade.

O bandido se apresentava como vendedor da RS Publicidade, empresa fictícia cujo nome ele teria criado somente para dar mais credibilidade ao golpe. A polícia chegou até o nome do rapaz depois de denúncias. Nesta semana ele começaria a entregar os folders e foi pego justamente quando cobrava pelo serviço. Na delegacia, assumiu que nunca teve contato com a organização da Oktoberfest e que pegou da internet os logotipos e a programação que constam no material impresso.

Conforme o delegado Menezes, o detido é de Cachoeirinha e estaria usando o nome de diversas festas populares para aplicar o mesmo tipo de golpe. Em Santa Cruz, pelo menos 20 empresas foram vítimas. Nessa terça os agentes da Defrec apreenderam os folders falsos e cheques que o bandido já havia pego com os lojistas.

CAMBISTAS

Menezes lembra que a Oktoberfest possui uma agência credenciada que atua na venda de publicidade e captação de patrocínios. “Caso a empresa seja abordada, é importante se certificar da identificação. Na dúvida, o ideal é entrar em contato com a comissão organizadora ou com a própria polícia para efetuar a denúncia.” Agora, a Defrec vai se concentrar na investigação da venda de ingressos para a Oktober por cambistas. O objetivo é evitar a prática da comercialização de entradas para os shows por preços abusivos.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 227 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal