Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

06/10/2008 - Circuito Mato Grosso / Terra Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Crimes virtuais só tendem a crescer


Crimes que antes eram cometidos por métodos "convencionais", como o uso da força, estão migrando cada vez mais para o meio digital e "sendo praticados com o uso da Internet", de acordo com o titular da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática do Rio de Janeiro, Fernando Vila Pouca de Souza. Segundo ele, a legislação, as forças policiais e as empresas de Internet precisam estar constantemente em evolução para conseguir acompanhar a agilidade com que os criminosos virtuais se atualizam.

Segundo ele, o aumento desses crimes é uma tendência natural com o avanço da inclusão digital no Brasil. De acordo com ele, a velocidade do mundo virtual exige que o ritmo de reação dos órgãos incumbidos de reprimir a criminalidade seja maior. "Nós temos que nos preparar, para a polícia e o Estado acompanharem a evolução desses crimes e reprimi-los. Essa é principal questão."

Vila Pouca defende ainda o projeto de lei que tipifica os crimes cometidos pela Internet. Aprovada com alterações pelo Senado em julho, a matéria voltou para a Câmara dos Deputados para aprovação das mudanças. Para o delegado, é fundamental que o País tenha uma legislação específica para combater esses delitos.

Conforme o novo texto, é considerado crime divulgar ou manter arquivos com material pornográfico contendo imagens e outras informações envolvendo crianças e adolescentes; criar e disseminar vírus, falsificar dados eletrônicos ou documentos públicos e particulares; praticar o estelionato; capturar senhas de usuários do comércio eletrônico; e divulgar imagens de caráter privativo.

O delegado, que há menos de dois meses assumiu a Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática, disse ainda que haverá uma reformulação na infra-estrutura da DP, com mais "material humano" e mudança de endereço. Atualmente, a delegacia divide espaço com a 6º DP (Cidade Nova).

O novo local ainda não foi escolhido, mas já foi entregue a chefia da Polícia Civil a sugestão de construir um laboratório de análise de equipamentos de informática. "Vai fundamentalmente auxiliar a perícia, em razão da apreensão de equipamentos de informática, para que possamos fazer a leitura desses dados."

A população pode comunicar ocorrências e realizar denúncias, identificando-se ou não, através da delegacia virtual, pelo endereço www.delegaciavirtual.rj.gov.br.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 206 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal