Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

27/09/2006 - acores.net Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Onze presos por venda de drogas pela internet


Autoridades federais prenderam onze suspeitos nos estados de Geórgia, Carolina do Norte, Dakota do Sul e do país da América Central Belize, por venda de medicamentos falsificados pela internet.

Investigadores acreditam que as drogas tinham pouco ou nenhum valor medicinal, e que os vendedores lucraram cerca de US$ 19 milhões com as vendas. A empresa Hi-Tech Pharmaceuticals, de Geórgia, vendia as drogas através de spam que dizia que os produtos eram genéricos conseguidos a preços baixos em laboratórios Canadenses, mas era em Belize que elas eram produzidas.

A promotoria pública mostrou fotografias tiradas do laboratório no pequeno país da América Central, mostrando que as drogas eram armazenadas em latas de lixo com seus respectivos nomes. Na foto, o nome dos medicamentos Viagra (droga contra impotência) e Lipitor (de combate ao alto nível de triglicerídios e colesterol) eram mostrados nestas condições.

O promotor americano Aaron Danzig disse que a Hi-Tech e suas subsidiárias continuam em funcionamento, e a companhia deve valer US$ 35 milhões, com a produção superior a 30 milhões de pílulas. Já o advogado de defesa, Tim Fulmer, declarou que os fatos mostrarão que não há bases para indiciar a Hi-Tech.

Quatro residentes de Geórgia que foram presos se declararam inocentes, sendo que um deles foi liberado mediante fiança de US$ 75 mil e outros três ainda estão sob custódia. O promotor David E. Nahmias, afirmou que os outros presos serão ouvidos em seus próprios estados.

Caso considerados culpados, serão apreendidas propriedades, automóveis e contas de banco, além da empresa ter que pagar uma multa de no mínimo US$ 19,8 milhões. Entre as acusações ao laboratório estão a produção de 24 tipos diferentes de drogas, com falsificações de medicamentos como Vioxx, Viagra, Cialis, Valium e Xanax, todos vendidos através de propaganda não solicitada via email.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 466 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal