Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

01/10/2008 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Padre é condenado por desviar dinheiro de capela em Fortaleza


Um padre foi condenado pela Justiça Militar de Fortaleza (CE) por desviar dinheiro de doações da capela da Base Aérea da cidade. José Severino Cheregato, de 44 anos, recebeu a condenação nesta terça-feira (30), por crime de peculato, em função do cargo público que exercia.

A pena de três anos deverá ser cumprida em regime aberto. O Ministério Público Militar não informou o valor desviado. O advogado do padre, João Marcelo Pedrosa, disse que vai recorrer da decisão junto ao Superior Tribunal Militar quando a sentença for publicada. “Eles irão ler a sentença em audiência na próxima sexta-feira. Temos, então, um prazo de cerca de oito dias para recorrer”, disse.

O desvio do dinheiro ocorreu no período em que Cheregato foi capelão do local, de 1996 a 2005. Há três anos, segundo a defesa, ele foi transferido para Manaus (AM), onde, atualmente, é capelão do Sétimo Comando Aéreo Regional (Comar).

Outros processos

Ainda de acordo com Pedrosa, o padre, que também é capitão, já respondeu a outros dois processos em Fortaleza. No primeiro, ele foi acusado de estelionato por usar o dinheiro da capela para pagar duas passagens aéreas para sobrinhos. Ele foi absolvido no ano passado.

O segundo processo foi movido em 2004 e ele foi acusado pelo assassinato de dois soldados da Base Aérea de Fortaleza. Os dois foram encontrados mortos dentro da base na noite de 10 de setembro. Cheregato foi absolvido em agosto deste ano pelo Tribunal de Justiça Militar. De acordo com Pedrosa, foi provado que, no horário das mortes, o padre estava rezando uma missa de sétimo dia.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 237 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal