Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

30/09/2008 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Loja virtual aplica golpe contra consumidores em SP


Consumidores de todo o país foram vítimas de um golpe aplicado por uma loja virtual com endereço real no Centro de São Paulo. A loja na internet oferecia computadores portáteis a preços tentadores, mas quem pensou ter feito um bom negócio, ficou no prejuízo.

O biomédico Roberto de Moraes Barros tem que usar o laptop da namorada porque o dele, comprado há vinte dias em uma loja virtual, até hoje não chegou. O preço baixo foi um dos atrativos: o computador oferecido na internet custava R$ 1.300, que ele pagou depois de tomar alguns cuidados, que não evitaram o golpe.

Ao entrar em sites de reclamação, ele conheceu outras pessoas que foram enganadas pela mesma empresa. Até agora são 58 vítimas. Na página onde todos fizeram a compra, em vez de ofertas de produtos eletrônicos, há apenas uma mensagem informando que a empresa teve que interromper as atividades.

As vítimas do golpe passaram a trocar informações na internet e descobriram que o dono da loja virtual, que funcionava em um prédio no Centro de São Paulo, responde a 18 processos na Justiça. Entre as acusações, estelionato. Os internautas também constataram que é mais fácil conhecer a ficha policial do golpista do que saber onde ele está.

O zelador do prédio confirmou que a empresa fechou há uma semana e que mais de dez pessoas vieram atrás do comerciante. O delegado que investiga crimes eletrônicos disse que a apuração dos delitos cometidos pela internet é lenta. Ele recomenda que os próprios consumidores reforcem os cuidados antes da compra, principalmente quando a oferta for muito tentadora.

"Se determinados preços e condições estão totalmente diferentes dos praticados no mercado eu sempre digo: não existe milagre, desconfie", disse o delegado José Mariano de Araújo Filho. Por e-mail, uma mulher que se apresenta como gerente e sócia da empresa negou as acusações de estelionato e informou que todos os clientes vão receber o dinheiro de volta.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 194 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal