Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

16/09/2008 - 24 Horas News Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Prefeito frauda IPTU para se beneficiar


O prefeito de Várzea Grande, Murilo Domingos, se beneficia pessoalmente de um esquema de corrupção e fraude para burlar pagamento de impostos. Murilo e seu irmão Toninho Domingos transformaram as escrituras da empresa Casa Domingos, da qual são sócio-proprietários, em glebas (imóveis da zona rural) para que pudessem pagar o IPTU (Imposto Predial Territorial Urbano) num valor 90% menor do que o cobrado de prédios instalados ao lado da empresa, na Avenida da FEB.

O agravante é que, além da redução de valores, Murilo e Toninho ainda possuem dívidas altíssimas com o erário de Cuiabá por falta de pagamento levantando a suspeita de que o inventário apresentado ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) não condiz com o patrimônio real do candidato. Enquanto Murilo deve R$ 197,781 mil à Prefeitura de Cuiabá em IPTU, o irmão Toninho deve R$ 51,118 mil.

Ao TRE, o candidato a reeleição Murilo Domingos apresentou um patrimônio de apenas R$ 586.438,36, bem abaixo do valor real, já que a cobrança do IPTU é de aproximadamente 2% sobre o valor do imóvel.

Histórico financeiro da Prefeitura de Várzea Grande dos últimos oito anos da sede da Casa Domingos aponta que com a fraude o atual prefeito reduziu o pagamento do IPTU de R$ 3.812,38, valor pago em 2004, para os atuais R$ 738,80.

Outros quatro imóveis de propriedade dos irmãos Domingos também foram beneficiados com o "desconto" no imposto. Da Irmãos Domingos Ltda, localizada na Avenida Júlio Campos, é cobrado imposto de R$ 365,44, por causa do fator gleba, sendo que a empresa não fica na zona rural.

Um prédio de propriedade dos irmãos Domingos na Avenida governador João Ponce de Arruda paga apenas R$ 592,72 e outro, que fica na Rodovia Mário Andreaza, tem boleto no valor de R$ 792,32. Ainda na Avenida da FEB, Murilo e Toninho são proprietários de um depósito que paga apenas R$ 884,16 de imposto.

A denúncia foi feita pelo candidato a prefeito Júlio Campos (DEM), que comprovou com documentos a fraude, durante debate promovido pela TV Rondon – canal 5.

"Enquanto a população é obrigada a pagar todo ano valores altíssimos de IPTU, terrenos da Casa Domingos são sub-faturados, e o pior, mesmo assim não pagam", acusou Júlio Campos.

"O município arrecada R$ 20 milhões por mês e não vejo investimento na cidade com esse dinheiro. Tudo aqui foi verba de emendas dos nossos deputados ou repasse do governo federal. Onde está sendo investido o imposto do cidadão honesto que paga seus tributos em dia?", denunciou Júlio Campos.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 367 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal