Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

16/09/2008 - 24 Horas News Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

DRRRF prenmde falsário que "esquentava" documentos públicos para venda

Por: José Ribamar Trindade


O falsário Clebson Júnior Teixeira da Costa, 26, foi preso por investigadores da Delegacia de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos (DRRFV) chefiados pelod elegado Roberto Amorim. Costa foi preso na casa dele, no bairro da Manga, em Várzea Grande (Grande Cuiabá), onde é proprietário de uma gráfica rápida. O preso é acusado pela Polícia Civil de falsificação e lavagem de documentos públicos.

No local onde a Polícia cumpriu mandado de busca e apreensão determinada pela Justiça, contra Costa, investigadores chefiados pelo policial Túlio Jesus Moraes, encontraram mais de 40 documentos, entre eles algumas Carteiras Naacional de Habilitação (CNH); CRVs, CRVL, DPVAT), todos documentos em branco, de propriedade do Departamento Estadual de e Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT).

A Polícia também apreendeu outros documentos como cartões de CPF em branco e raspado, certidão de nascimento e de casamento em nome de pessoas diferentes e até um título do Instituto Nacional de Colonização Agrária (Incra)que estavam juntos com papeis públicos, també, em brancos, e e equipamentos.

A gráfica, segundo delegado Amorim, era usada para apagar dados de documentos e fazer nova impressão, tanto em brancos, quanto nos papeis que sofreram lavagem química. Com isso conseguir “esquentar” documentos e veículos, possibilitando o comércio irregular de carros alienados ou recuperados.

A Polícia diz que também foi apreendida uma caminhonete S-10, Blazer, cor preta, que será averiguada. Dentro do veículo os policiais apreenderam duas carteiras de identidade com fotos de Clebson, porém, com nomes diferentes. Havia ainda uma carteira de “Procurador Ambiental” de uma ONG com a foto do acusado.

A descoberta ocorreu após a prisão de Charles Velasco Martins, no último dia quatro do mês passado, acusado de envolvimento em crime de estelionato.

Com ele foram localizados dois documentos de um lote roubado da agência do Detran (MT) do Distrito Industrial, em Cuiabá. O roubo aconteceu em cinco de junho de 2008.

Na ocasião sumiram mais de mil documentos entre Certificados de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV), Certificado de Registro de Veículos (CRV), (CNHs), um revólver do vigia do departamento, munições e uma CPU.

AS INVESTIGAÇÕES

Nas investigações da DRRFV, ficou comprovado que Charles Velasco é comparsa de Agripino Gonçalves da Silva Neto, um agenciador de veículos da Pedra (loca dse vendas de carros novos e usados); no bairro Dom Aquino. Agripino, segundo a Polícia, já foi indiciado por crime ce receptação.

“Ele (o Agripino) é quem derramava cédulas na Pedra e encaminhando clientes ao Clebson”, afirmou o delegado, Anderson Veiga, presidente do inquérito e um dos coordenadores das investigações.

DEPOIMENTOS

Em depoimento no sábado (13.09) ao delegado Anderson, Clebson confirmou que os documentos apreendidos foram deixados em sua gráfica por Agripino Gonçalves e outras duas pessoas citadas nos autos, para serem comercializados. Agripino direcionava clientes com problemas no licenciamento de carros.

No inquérito em andamento, ele será indiciado novamente por receptação e petrechos para falsificação de documentos públicos. O delegado também vai representar pela prisão preventiva de Agripino.

Clebson, segundo a Polícia, vai responder por crime dse receptação e petrechos para falsificação de documentos públicos.

“São crimes contra a fé pública, gravíssimos que envolvem documentos públicos e há todo um clamor social”, afirma o delegado Anderson a Veiga, que cinclui: “Ainda esperamos recuperar novos documentos do lote roubado.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 1037 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal