Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

12/09/2008 - A Tarde Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Quadrilha de estelionatários pode ter faturado R$5 milhões com golpes

Por: Meire Oliveira


Oito pessoas foram presas, na manhã desta sexta-feira, 12, em Salvador durante a operação Camaleão, deflagrada pela Delegacia de Crimes Econômicos e Contra a Administração Pública (Dececap) em conjunto com a Coordenadoria das Promotorias de Combate aos Crimes Econômicos e Fiscais. O grupo é acusado de participar de uma quadrilha de estelionatários que aplicava golpes contra contribuintes com dívidas com a Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz). A estimativa é que a quadrilha tenha faturado entre 2 e 5 milhões de reais.

De acordo com a polícia, o grupo seria chefiado por Antônio Marcelo Santos, que ligaria para pessoas com dívidas no fisco e oferecia descontos na quitação do débito. Em troca, eles cobravam um pagamento. Os criminosos se passavam por auditores da Sefaz. Para realizar o crime, eles obtinham informações privilegiados através de funcionários terceirizados da secretaria.

Para a polícia, uma das informantes era Djaci dos Santos Cruz, controladora de processos da Sefaz. A empregada doméstica Joelma Araújo da Silva, que trabalhava na casa de uma auditora fiscal, também passava informações para a quadrilha. O contato dela seria o namorado, Adson Almeida dos Santos, que cumpre pena na Colônia Lafayete Coutinho por tráfico de drogas.

O líder do grupo seria Antônio Marcelo, que também cumpre pena na Penintenciária Lemos Brito (PLB) por estelionato. Ele foi detido em 2001 em Feira de Santana e foi condenado a mais de oito anos. De acordo com o delegado Cleandro Pimenta Bastos Neto, da Dececap, Antônio Marcelo agora deverá responder novamente por estelionato e também por formação de quadrilha. O criminoso foi transferido para uma unidade prisional em Serrinha.

Também estaria envolvido no crime André Sales Souza, que emprestava sua conta bancária para depósito do dinheiro obtido com o golpe. André é irmão de Luís Cláudio Sales Souza, que está preso na PLB por homicídio, e teria indicado o irmão para Antônio Marcelo.

Além de Antônio Marcelo e Adson, que já estão presos, Joelma, Djaci, André, Marcelo Silva Santos, Robson Almeida dos Santos e Meire Rose Souza Santos vão cumprir prisão temporária por cinco dias, prorrogáveis por mais cinco.

O delegado não informou quantos mandados de prisão foram liberados pela justiça. Além dos agentes da Dececap, a ação teve a participação da Coordenadoria das Promotorias de combate aos crimes econômicos e fiscais, através do promotor Solon Dias da Rocha Filho.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 433 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal