Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

12/09/2008 - O Globo Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Operação Boi Branco: PF prende 18 pessoas por lavagem de dinheiro e tráfico

Por: Anselmo Carvalho Pinto


CUIABÁ- A Operação Boi Branco, realizada pela Polícia Federal em três estados (Matro Grosso, Minas Gerais e São Paulo), já prendeu 18 pessoas. A ação tem como objetivo coibir o tráfico de entorpecentes e lavagem de dinheiro. Ao todo, foram expedidos 19 mandados de prisão. Segundo a PF, já foram cumpridos 26 mandados de busca e apreensão.

Em quatro meses, o grupo movimentou R$ 7 milhões. O maior número de prisões foi feito em Rondonópolis (12 presos), no Mato Grosso. Em Cáceres, no mesmo estado, outro integrante da quadrilha foi preso. As outras cinco prisões foram em Bertioga, Taubaté, Presidente Venceslau e Pindamonhangaba, em São Paulo, e em Contagem, Minas Gerais. A PF disse que não vai divulgar os nomes dos presos.

A polícia informa que a quadrilha conta com a participação de empresários e de um policial civil, preso em agosto deste ano, quando transportava cerca de três quilos de cocaína da cidade de Cáceres (MT) para Rondonópolis (MT). Segundo a investigação da PF, o policial tinha função de repassar informações para proteger o entorpecente durante o transporte. Os empresários tinham a atribuição de reinvestir o dinheiro sujo em diversos negócios e transações, transformando os recursos ilícitos em dinheiro aparentemente limpo, a conhecida "lavagem".

O esquema trazia drogas de Cáceres e levava para o interior de São Paulo, principalmente.

As investigações começaram com o acompanhamento de um traficante que foi flagrado em junho de 2007, em São José dos Campos (SP), com cerca de 17 quilos de cocaína no tanque de uma picape. Ele foi preso e indicou o endereço de um laboratório de refino em Tremembé (SP). A investigação descobriu que empresários de Rondonópolis (MT) se uniram a traficantes para fazer a lavagem do dinheiro do tráfico.

As investigações começaram com uma prisão realizada em junho de 2007, quando um traficante foi preso com 17 quilos de pasta-base em uma caminhonete, em São José dos Campos.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 457 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal