Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

10/09/2008 - Jornal da Manhã Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Falsa psicóloga utilizava cabala para dar golpes


A polícia está à procura de uma mulher acusada de praticar crime de estelionato, além de usar vários nomes falsos em Uberaba e região. Ela já teria praticado os mesmos crimes em várias outras regiões do país.

A autora se apresentava em Uberaba com o nome de "Rute Bárbara Tenório do Carmo Figueira Shakarian", suposta representante da cabala, cujos ensinamentos explicam as complexidades do universo material e imaterial, bem como a natureza física e metafísica de toda a humanidade (através da qual realizaria geoterapia, reflexologia, terapia junguiana, musicoterapia e massagens corporais). Ela distribuía cartões como "terapeuta junguiana", constando número de telefone celular de Brasília (DF), e também dizia trabalhar com numerologia.

O golpe foi descoberto por acaso, quando uma vítima de furto acionou a Polícia Militar ontem à tarde, na rua Boa Esperança, Vila Maria Helena. Neste local, a autora alugou uma sala em fevereiro deste ano, dizendo que era psicóloga, onde passou a atender os clientes, cobrando R$ 70 por consulta. Na mesma rua, "Rute" também alugou um quarto, onde estava morando.

Porém, um atraso no aluguel fez com que as proprietárias dos imóveis se conhecessem e que a dona da sala descobrisse ter sido vítima também de furto. No quarto da mulher foram encontrados vários objetos levados da residência de M.D.B.A., 43 anos.

A vítima contou que a locatária havia ajudado a limpar a casa dela após uma festa e não havia percebido o desaparecimento de um faqueiro, aparelho de jantar, jogo de travessas e panela, entre outros itens. Ela chegou a tomar um lanche na companhia da golpista, sem saber que utilizava o próprio prato.

A guarnição do CPU (tenente Cândido e soldado Caetano) e o Tático Móvel da 191ª Companhia (cabos Solange e Silva Júnior, além do soldado Claudinei) realizaram uma busca no quarto da mulher. Os policiais encontraram vários documentos falsos, como carteira de habilitação, além de três carteiras de trabalho grosseiramente falsificadas, com os nomes de "Rute Tenório do Carmo Figueira", "Rute Tenório de Carvalho Figueira", e Rute Tenório de Carvalho". O único documento que consta no sistema é a carteira de identidade, em nome de "Rute Tenório do Carmo Figueira", cuja primeira via teria sido expedida em 1997, apesar de a mulher ter 52 anos. O tenente Cândido admitiu ser impossível até então saber qual o verdadeiro nome da autora. Ele chegou a fazer contato com ela pelo celular, porém "Rute" desapareceu.

A PM também apreendeu alguns documentos, uma peruca, materiais esotéricos, um notebook (onde encontraram várias fotos) e até uma procuração em nome de Sérgio do Carmo Figueira, residente em Fortaleza (CE), nomeando "Rute" como procuradora. Os militares também descobriram que ela tem um veículo Celta, placas HXT-9056, financiado em 2006 na cidade de Fortaleza com nome fictício, e que nunca foi pago, conforme comprovou o carnê apreendido.

A reportagem apurou que entre os "clientes" de "Rute" existiriam vários políticos, sendo que ela fazia questão de citar o nome de Aécio Neves como um deles. No computador constaria inclusive troca e e-mails, supostamente com o governador. Ela também teria pedido R$ 3,5 mil a um candidato à Prefeitura de Iturama (MG), para dizer quem ganharia as eleições.

Como a golpista não apareceu, os objetos apreendidos foram encaminhados à 15ª DRPC, onde o computador deverá ser periciado. (HLM)

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 1633 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal