Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

02/09/2008 - O Globo Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Distribuidoras brigam com postos que clonam imagem


RIO - Depois da sonegação de impostos e da adulteração, uma nova fraude preocupa o mercado de combustíveis no Estado do Rio: os postos clonados. É o que mostra reportagem de Ramona Ordoñez publicada na edição desta terça-feira no jornal 'O Globo'. Segundo ela, são postos de bandeira branca, sem contrato com distribuidoras, que exibem cores e programação visual semelhantes às de marcas como Petrobras Distribuidora (BR), Esso, Shell, Ipiranga e Texaco. Somente este ano, a BR constatou cerca de 20 novos casos, principalmente nas zonas Norte e Oeste do Rio. Além de cores e identidade visual semelhantes às da distribuidora, há nomes parecidos e até slogans aludindo ao "De olho no combustível".

- Sentimos que o movimento, que foi forte em São Paulo nos últimos dois anos, está começando no Rio - acredita o diretor de Postos da BR, Edimário de Oliveira.

O executivo destacou - segundo a reportagem - que o prejuízo é também do consumidor induzido ao erro. Oliveira afirma que, em geral, o posto clonado também vende combustível adulterado. De acordo com ele, o índice de gasolina adulterada vendida no Estado do Rio em julho foi superior à média nacional.

Segundo a Agência Nacional do Petróleo (ANP), das amostras colhidas, 1,6% estava fora das especificações. No Rio, eram 3,5%. O consumidor deve prestar atenção à marca, além de verificar se o posto está limpo, bem iluminado e com frentistas uniformizados.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 196 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal