Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

01/09/2008 - SEGS Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Crivo encerra 1º semestre com faturamento de R$ 6,5 milhões

Por: Juliana Nunes e Ely Grion


São Paulo, setembro de 2008 – A Crivo encerrou o 1º semestre deste ano com faturamento superior a R$ 6,5 milhões, um crescimento de 135% comparado com o mesmo período de 2007. O índice superou em muito o aumento já expressivo de 14% no volume de crédito concedido pelas instituições financeiras nos primeiros seis meses do ano. A expectativa é encerrar este ano com um faturamento de R$ 15 milhões.

No ano passado, a Crivo registrou um faturamento de 7,2 milhões, pouco mais do que a receita alcançada, desta vez, em um único semestre. Sem perder força nos seus principais segmentos de atuação bancos, seguradoras e telecomunicações, a Crivo também fechou negócio com empresas de outros setores, como as atacadistas Aliança e Embrasil, as indústrias WOW! Sufresh e Akzo Nobel, a construtora Tecnisa, o consórcio Embracon, a empresa de comércio eletrônico WebMotors e a administradora de cartões VoxCred.

O crescimento anual da empresa está diretamente atrelado à expansão do mercado de cartões de crédito, de 16,5% entre 2007 e 2008, ao aumento de 30,16% nas vendas de veículos nos primeiros seis meses deste ano, a elevação do crédito imobiliário em 86,7% no mesmo período e ao número de operações de crédito consignado.

“Cartões, veículos, imobiliário e consignado são as áreas que mais fazem o uso do software de análise de crédito da Crivo. Hoje, 70% das operações de crédito consignado do Brasil passam pelo nosso sistema”, afirma Rodrigo Del Claro, diretor de relacionamento da Crivo.

O modelo de comercialização também contribui significativamente para a estabilidade e expansão dos negócios da empresa. A Crivo trabalha, exclusivamente, com a entrega de software como serviço (SaaS, na sigla em inglês). “Isso possibilita um crescimento significativo por receita recorrente. Os clientes pagam pelo número de transações realizadas por mês e, dependendo do segmento, uma empresa pode realizar milhares de operações por dia”, afirma Daniel Turini, sócio-diretor da Crivo.

Mais de 100 empresas são usuárias do software da Crivo. Os principais segmentos são bancos, que corresponderam a 48% da receita do 1º semestre, seguradoras, 24% e telecomunicações com 18%. O restante se divide entre os mercado de varejo, atacado, indústria, imobiliário, consórcio e e-commerce.

A empresa já tem em sua carteira dez dos 50 maiores bancos e 24 das 50 maiores seguradoras no Brasil, de acordo com o Guia Exame de 2007. “Superamos metas nesse 1º semestre e estamos com uma estratégia ainda mais agressiva para conquistar os maiores clientes dos nossos principais segmentos de atuação, sem esquecer dos novos mercados”, revela Turini.

Para isso, a Crivo aumentou seu investimento em marketing, com ações como publicidade em mídia aeroportuária, jornais e patrocínio dos principais eventos de tecnologia para o mercado financeiro e de seguros do Brasil.

E para atender a demanda de novos clientes, investiu em infra-estrutura e capital humano. “Estruturamos a área de RH para dar foco na contratação de colaboradores e também investimos mais em campanhas de incentivo para a equipe comercial”, finaliza.

Sobre a Crivo

A Crivo é uma empresa brasileira de software de automação para análise e decisão de crédito e risco. Com oito anos de atuação no mercado e crescimento de 100% ao ano, a Crivo registrou receita de R$ 7,2 milhões e processou 120 milhões de operações em 2007. A empresa tem 100 clientes nos mercados de finanças, seguros, telecomunicações, alimentos e outras indústrias.

O Crivo, software que leva o nome da empresa, acessa mais de 150 fontes de informações e gera o resultado da análise em até três segundos. As áreas que mais fazem uso do software para automatizar o processo de análise de crédito e risco são as de Crédito Consignado (INSS e funcionalismo público), Cartões, CDC, Financiamento de Veículos, Risco, Fraude, Sinistro, Identificação, Emissão (de Apólices), Regulação (Compliance), Comercial, Marketing, Crédito, Fiscal e Suprimentos.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 200 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal