Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

29/08/2008 - Folha da Manha Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Detidas vendendo carro clonado

Por: Tatiana Freire


Mãe e filha foram detidas, em flagrante, ontem à tarde, negociando por R$ 22 mil a venda de um Pálio clonado. Rosemary dos Santos Barbosa Pereira, 39 anos, e Nathana Rosa Barbosa dos Santos, 18, são suspeitas de integrar uma quadrilha de Niterói, especializada em adulteração e clonagem de veículos, que há cerca de um ano vem aplicando golpes em Campos. Nos últimos oito meses, o bando fez cerca de 10 vítimas no município e embolsou mais de R$ 250 mil, de acordo com a Polícia Civil. As duas foram vistas em uma oficina mecânica por um homem que comprou um Fiesta por R$ 23,7 mil em fevereiro e dois meses depois descobriu que havia sido lesado. Ele acionou a Polícia Militar a tempo e conseguiu evitar que a quadrilha fizesse mais uma vítima.

A venda dos veículos era anunciada em classificados de um jornal de Campos. Em Niterói, uma delas negociava o preço com o comprador via telefone e agendava a data para mostrar o produto. A falsificação dos dados era tão perfeita, que um dos carros passou na vistoria do Detran. Como não recebeu o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV), o proprietário desconfiou de alguma irregularidade. Meses depois ele descobriu o golpe. O carro original é do Rio de Janeiro.

Além das placas, o bando clonava também o chassi dos automóveis — código que permite a identificação de cada carro. Para não levantar suspeitas, elas entregavam toda a documentação dos veículos aos compradores, até mesmo o Documento Único de Transferência (DUT) preenchido em formulários originais do Detran.

Poucas horas depois de serem presas, as estelionatárias foram reconhecidas por cinco vítimas na 134ª DP (Centro). Os compradores só estranharam quando os policias a chamaram de Rosemary. Às vítimas, ela mostrava uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) falsificada em nome de Viviane Bozzi Soares da Silva. Mãe e filha foram autuadas por formação de quadrilha, estelionato e receptação. Rosimary tem cinco passagens pela polícia por estelionatos praticados no Rio em 2002 e 2003.

De acordo com os inspetores responsáveis pelo caso, Rosemary se mostrou disposta a denunciar os demais membros da quadrilha. Até o fechamento desta edição a ocorrência ainda estava em andamento na DP.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 851 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal