Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

28/08/2008 - Diário de Cuiabá Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Universitários são suspeitos de fraude

Por: Adilson Rosa


A prisão de três estudantes universitários levou a Polícia Civil a desarticular um esquema de fraude em contas bancárias e acesso a outras informações sigilosas. Trata-se dos estudantes Wesley Ricardo Gomes Povoas, de 25 anos, Everton Oliveira Gabriel, de 24, e Jazon Neres de Souza, de 25. Com eles, policiais da Delegacia de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos (DERRFVA) apreenderam três notebooks (computadores portáteis) com vários programas, todos eles usados para capturar senhas eletrônicas e dados bancários.

“Nos aplicativos dos programas encontramos contas da Caixa Econômica Federal, Itaú e Bradesco, todas com respectivas senhas eletrônicas. Um dos programas, o Delphi, é um dos mais usados para violar contas bancárias”, explicou a delegada Cleibe de Paula, responsável pelas investigações.

Os três foram presos anteontem à tarde, numa república do CPA II, onde residem. Na casa, os policiais apreenderam um extrato bancário que indica o saque de mais de R$ 40 mil realizado em menos de quatro dias úteis.

Conforme o extrato, num dos saques foram retirados R$ 9.400, valor superior ao permitido durante o expediente bancário. Cleibe de Paula disse que investigará se os saques foram em espécie ou através de transferência para outra conta. “A princípio, o extrato informa que foi retirado em dinheiro mesmo”, frisou.

Para a delegada, ainda não é possível saber o valor do dinheiro movimentado pelo bando. Os computadores foram levados para o Instituto de Criminalística onde os peritos em informática constataram o uso irregular dos programas. No entendimento da delegada, é um crime gravíssimo praticado pelos rapazes.

A delegada não soube informar se os três estão envolvidos com “saques indevidos”, como são conhecidos os golpes aplicados por criminosos através da internet. Nas delegacias do Verdão, Planalto, Coxipó e Parque do Lago são centenas de ocorrências.

“As pessoas registram queixa porque as agências bancárias exigem, mas depois, não têm mais interesse porque o dinheiro desviado já foi ressarcido. Com isso, os criminosos agem à vontade porque sabem que não serão importunados”, observou um policial da Delegacia do Complexo do Planalto.

Os três serão autuados por crimes virtuais, previstos no artigo 10 da lei 9296/96 e também no artigo 10 da lei complementar 105/01, que considera crime a violação de sigilo bancário e outros sigilos. “Retirar dinheiro da conta de outros através da internet não é furto, mas estelionato”, frisou.

A delegada acrescentou que pedirá a quebra do sigilo bancário dos suspeitos para chegar ao valor real roubado das vítimas. Os policiais descobriram uma linha telefônica em nome de uma empresa de Nova Monte Verde que ainda não está constituída. Como se trata de muito dinheiro movimentado, os policiais suspeitam que eles tenham usado outras contas correntes ou feito transação em nome de terceiros e, em seguida, feito o saque.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 294 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal