Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

22/08/2008 - JB Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Quadrilha é presa por desviar R$ 17 milhões em remédios

Por: Raphael Lima


RIO - Treze pessoas, entre elas o secretário de Saúde de Teresópolis, Paulo José Pereira Camandaroba, foram presas na manhã desta quinta-feira durante uma operação realizada pelo Coordenadoria de Segurança e Inteligência do Ministério Público Estadual, pela Delegacia de Repressão à Ações Criminosas Organizadas e por agentes da Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Eles são acusados de montar um esquema de corrupção que atuava desde 2005.

Durante as investigações, o MP descobriu que o grupo fraudava licitações para a compra de remédios.

Em 2005, a prefeitura começou a fazer requisições judiciais de medicamentos, o que permitia a compra de remédios com dispensa de licitação. Esse procedimento não tinha amparo legal, já que na maioria dos casos os medicamentos eram fornecidos de forma contínua, representando uma rotina para o município e não uma emergência.

As compras foram realizadas na rede de drogarias A Original, que pertence ao o ex-vereador Odenir Cardoso Moreira, o Quincas, que também foi preso na Operação. Só este ano foram gastos mais de R$ 1,2 milhão na farmácia do ex-vereador, desde fraldas a remédios.

Durante a operação agentes da Anvisa, que encontraram em uma das farmácias de Odenir lotes de remédios roubados. Ele foi autuado em flagrante por receptação de carga roubada.

A promotoria de Teresópolis constatou nos pregões feitos pela prefeitura da cidade, a farmácia do ex-veredor sempre vencia e que até 2008, ela teria recebido mais de R$ 15 milhões do município.

Entre outros presos estão o ex-chefe do setor de licitações da prefeitura, Tarcisio de Leles Ferreira Crespo, familiares do ex-vereador e alguns empresários envolvidos no desvio. Quincas foi preso tentando embarcar para o Uruguai, no Aeroporto Internacional do Rio. Ele havia sido cassado por ter trocado de partido.

Durante a operação foram encontrados vários documentos durante o cumprimento dos 19 mandados de prisão. Esses papéis podem ajudar os promotores nas acusações. Os presos tiveram decretada a prisão temporária por cinco dias que podem ser renováveis por mais cinco. A partir de agora, a promotoria pretende encontrar ainda mais provas que levem a mais irregularidades cometidas pelo grupo.


Pecado Capital

Há pouco mais de um mês, o ex-secretário estadual de Saúde do Rio, Gilson Cantarino, foi preso após o MP desarticular uma quadrilha que, em 2005 e 2006, desviou verbas públicas através da Secretaria. O golpe era realizado por meio de contratações ilícitas para a execução de projetos vinculados à Secretaria. Entre os envolvidos estava uma Organização Não-Governamental, contratada sem licitação, que teria recebido mais de R$ 200 milhões, que teria repassado servços para mais de 100 pequenas entidades de forma irregular.

A promotoria descobriu que, por meio de subcontratações com ONGs, foram desviados pelo grupo mais de R$ 60 milhões do projeto Saúde em Movimento. Na ocasião também foram presos o ex-secretário de Trabalho e Renda Marco Lucidi, a ex-deputada Alcione Athayde e o ex-assessor do governo Garotinho Itamar Guerreiro.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 237 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal