Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

20/08/2008 - Jornal A Razão Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

A nova Carteira de Identidade


A nova carteira de identidade dos brasileiros, que de verá entrar em vigor em janeiro do ano que vem, vai reunir CPF, RG e título de eleitor em um só documento e deixa de ser RG e passará a ser chamada de RIC: Registro de Identidade Civil.

Com a implantação do Afis (sigla em inglês do Sistema Automático de Identificação de Impressões Digitais) no Instituto Nacional de Identificação (INI) da Polícia Federal, a intenção é gerar somente um número nacional para todos os brasileiros. As impressões digitais não serão mais no método dedão na tinta mas sim escaneadas e as informações serão enviadas para um banco de dados do INI.

Hoje, cada órgão que cuida do assunto nos estados produz um número diferente de carteira de identidade, o que possibilita uma pessoa a emitir o documento em diferentes regiões. Agora, as impressões digitais serão encaminhadas para o INI, que fará um único banco de dados no País.

O novo documento de identidade vai ter o tamanho de um cartão de crédito. Um chip vai adicionar informações como cor da pele, altura e peso. Itens de segurança como dispositivo anti-scanner, imagens ocultas e palavras impressas com tinta invisível, fotografia e impressão digital a laser e a possibilidade de armazenar no chip, informações trabalhistas, previdenciárias, criminais e o que mais for necessário, vem a ser o grande diferencial do novo documento. A informação não é uma tinta, então nenhum reagente químico pode alterá-la, todos os dados são gravados a laser no corpo do documento.

A proposta é que, em nove anos todos os brasileiros tenham o novo registro, que vai acabar com o problema de homônimos (pessoas que têm o mesmo nome e números de registro diferentes), e principalmente com as fraudes.
Os novos documentos de identificação começam a ser emitidos no início do ano que vem. A expectativa é de que em nove anos toda a população tenha acesso ao novo registro. Mas para isso ainda serão necessárias parcerias entre os Governos Estaduais e o Governo Federal para a integração dos institutos de identificação de todo País.

Para fazer sua carteira de identidade

Em Santa Maria, qualquer cidadão que deseja fazer a primeira via de sua Carteira de Identidade, ou a segunda via do documento, deve se dirigir ao Posto de Identificação do Governo do Rio Grande do Sul, na Rua Alberto Pasqualine, nº 121 (junto ao prédio do SINE).

Os documentos necesários são a certidão de nascimento original (solteiros), ou a certidão de casamento original, para pessoas que já tenham contraido matrimônio. Menores de idade necessitam, além da certidão de nascimento original, que um dos pais ou responsável o acompanhe.

As taxas cobradas são de R$ 25,56 para 1ª Via da Carteira de Identidade, e R$ 36,50 para a confecção da 2ª Via. Pessoas com comprovante de carência estão isentos do pagamento da taxa.

O horário de funcionamento é das 8h às 14h e o atendimento é por ordem de chegada. A entrega do documento é feita em, no máximo, sete dias.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 343 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal