Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

18/08/2008 - Gazeta Digital Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Falso funcionário do Detran vai responder por quatro crimes

Por: Raquel Ferreira


A Polícia Civil por meio da Delegacia de Crimes contra a Administração Pública e Fazendária, cumpriu na manhã desta segunda-feira (18), no bairro CPA II, um mandado de busca e apreensão que resultou na prisão em flagrante de Rogério de Oliveira do Nascimento Procópio, acusado de falsificar Carteiras de Habilitação e Certificados de Registro e Licenciamento de Veículos. Rogério se passava por funcionário Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT).

Na casa do falsário a polícia apreendeu mais de mil documentos frios e apreendeu em poder dele cerca de R$ 3 mil, em dinheiro, provavelmente provenientes do pagamento para confecção de documentos falsos e materiais usados na confecção dos documentos, como carimbos, um crachá do Detram e até uma camiseta do órgão. Com ele também foi encontrado quatro habilitações frias, das quais uma dela ele retirou a fotografia e colocou a dele e ainda alterou os dados, Rogério não tem registro de habilitação no Detran. O acusado disse que os documentos eram confeccionados em lan-house.

De acordo com a delegada, Maria Alice de Amorim, em julho as investigações iniciaram após a Corregedoria do Detran receber denúncias de algumas vítimas. “Ele se passava por despachante e confeccionava documentos para as vítimas que acreditavam que eram verdadeiros, mas na realidade são falsos”, disse. A polícia suspeita que diversas pessoas tenham caído no golpe.

O corregedor do Detran, Cláudio César da Silva, que acompanhou as apreensões, explicou que Rogério se passava por funcionário do órgão para vender veículos que estão no pátio “O que não existe”, esclarece. Segundo ele, a vítima ludibriada comprava o carro, recebia os documentos falsos, mas como o veículo não era entregue começaram a chegar às reclamações.

Rogério Procópio vai responder por uso de documentos falsos, falsificação de documentos público e particular e uso de materiais para falsificação.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 183 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal